Brasil de Tuhu lança CD

Pesquisas do Maestro Heitor Villa-Lobos inspiraram disco para todas as idades

Há oito anos promovendo a ampliação do acesso à educação musical, o programa Brasil de Tuhu lança o seu primeiro CD, Brasil de Tuhu - Volume 1, que amealha uma seleção de músicas extraídas do Guia Prático do maestro brasileiro Heitor Villa-Lobos, que nos anos 30 viajou o país rearranjando e documentando cantigas populares.

Divulgação


O Quarteto Radamés Gnattali executa as canções, junto com convidados
O disco conta ainda com participação especial de grandes artistas, e está disponível no site www.brasildetuhu.com.br/cd.

Foram quatro meses de produção, gravação e edição das 14 faixas, algumas muito conhecidas do público, como a clássica ‘Nesta Rua’, com o trecho “Se essa rua, se essa rua fosse minha/ Eu mandava, eu mandava ladrilhar...”, na voz de Zeca Pagodinho, gentilmente cedido pela Universal Music.

Joyce Moreno interpreta “Senhora Viúva”, e Elba Ramalho as canções “Que lindos olhos” e “Você diz que sabe tudo”.

Os arranjos são do compositor e pianista Leandro Braga, a direção musical é de Carla Rincón, 1º violino do Quarteto Radamés Gnattali, que inclui Andreia Carizzi (violino), Hugo Pilger (violoncelo) e Estevan Reis (viola).

O quarteto executa todas as canções do CD com os instrumentistas Marcelo Caldi (acordeom), Maria Teresa Madeira e Leandro Braga (piano), Mauro Senise (saxofone) e Nicolas Krassik (rabeca).

“Tuhu” era o apelido de infância do maestro Villa-Lobos, e por isso foi escolhido para compor o nome do projeto. O Brasil de Tuhu é uma realização da Baluarte Cultura, ao lado do Quarteto Radamés Gnattali, e conta com patrocínio da Wilson Sons via Lei Rouanet.

Sobre a Baluarte
Idealizadora do programa Brasil de Tuhu, a Baluarte Cultura viabiliza ações culturais criativas e transformadoras, especialmente as que buscam a convergência entre a cultura e educação.

Sediada no Rio de Janeiro, é especializada em consultoria, gestão e capacitação cultural. A expertise em leis de incentivo, idealização e gestão de projetos e assessoria para investimentos em cultura resultaram em mais de 70 projetos realizados no Brasil e exterior.

Sobre o Quarteto Radamés Gnattali
Foi vencedor dos prêmios Rumos Itaú 2007 e XIII Prêmio Carlos Gomes de melhor conjunto de câmara do Brasil em 2009, indicado para o Grammy Latino 2012, Prêmio da Música Brasileira 2013 e Prêmio de Cultura do Governo do Rio de Janeiro 2012-2013.

O Quarteto Radamés Gnattali despontou como o primeiro no mundo a gravar em DVD e BluRay os 17 Quartetos de Cordas do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos.

Formado por Carla Rincón (violino), Andréia Carizzi (violino), Marco Catto (viola) e Hugo Pilger (violoncelo), o Quarteto tem um repertório dedicado à música brasileira, e participação nos principais festivais e eventos de música de câmara, como a Bienal da Funarte, MIMO, Festival Villa-Lobos e Festival Internacional de Campos do Jordão.

Divulgação
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO