Uma dúvida comum: Mulheres com silicone podem amamentar?



Pode soar estranho, mas a prótese de silicone não atrapalha a amamentação. Isso porque o bons implantes de silicone são feitos de um gel coeso.

Se o implante for colocado entre o músculo e a glândula mamária, provavelmente não será possível amamentar. Pode até não interferir, mas há um risco extremamente baixo de o silicone vazar para o leite, mas a grande maioria dos implantes tem gel coesivo e várias camadas protetoras para minimizar essa situação.

Ou seja, o implante de silicone não vaza nem escorre, revestido por uma outra cápsula de silicone.

Mas isso também significa que você que já é mãe e tem prótese de silicone e também deseja amamentar, terá algumas dificuldades diferentes. Porém, normalmente, a colocação de implantes não prejudica a amamentação.

Mas como o implante é colocado?

Pode ser atrás ou na frente do músculo peitoral (músculo que fica na frente das costelas). Deixando a área da glândula mamária livre, ela poderá produzir leite fica na frente do músculo, a prótese de silicone que se coloca atrás do músculo não prejudica em nada o implante, de acordo com o Dr. Abdon José Murad Júnior, mães poderão amamentar normalmente.

Mas e quanto a prótese de silicone e os hormônios da amamentação?

Falando da parte hormonal, é provável que não ocorra mudanças significativas. O corpo da mulher manda informações para produção de leite conforme o bebê suga o mamilo, é natural.

"Todos os hormônios de uma gestante se juntam justamente para orientar a produção de leite pelo tecido glandular da mama que chega no mamilo através de dutos. Contudo, É necessário que durante a cirurgia não se lesione os dutos de leite pois pode dificultar o envio dele até o mamilo. Levando em conta que em cirurgia poderá surgir problemas." Diz Abdon Murad.

Para mulheres que possuem pouca carga mamária, o aconselhado é investigar bem como colocar de um jeito que não interfira na amamentação.

Porque a escolha pela colocação na frente do músculo (atrás da glândula), normalmente é feita para mamas de tamanho pequeno ou médio. Existe ainda uma opção intermediária que é chamada "dual-plane".

Não há um consenso entre os todos os cirurgiões plásticos entre qual o melhor local para ser colocado o implante. Quando falamos sobre o tamanho das mamas, formato e posição das aréolas podem ser acrescentados a anatomia e a ambição da paciente vão nortear o cirurgião plástico durante a consulta na escolha e local a ser colocado o implante.

Quanto maior o implante usado, mais pressão ele faz na mama e, com isso, pode causar perda de graus variáveis de glândula mamária.

Em uma hipótese, se a mulher perder muita glândula pode também prejudicar sua amamentação. Tudo isso é raríssimo de acontecer. Entre milhões de mulheres que se beneficiam com a melhora estética do uso de implante mamário, a imensa maioria nunca teve problemas para amamentar.

Você pode contar com o fato de que a prótese de silicone fortalece a autoestima e contribui para a sua vida social, a amamentação estreita os vínculos com o bebê e colabora para a sua imunidade e saúde.

Tenha em mente que a cirurgia de prótese de silicone é um procedimento altamente moderno e seguro.

O que pode determinar se a amamentação poderá ocorrer de forma segura, é sempre o local da incisão para colocar a prótese.

O mais indicado pelos médicos é a incisão inframamária. Por quê? Aquela realizada na dobra natural dos seios e a prótese é colocada atrás da glândula mamária. "Portanto, não interfere na produção de leite e a mulher pode amamentar sem problema nenhum", de acordo com Abdon Murad Jr.

Vale dizer, também, que o corpo cria naturalmente uma cápsula fibrosa na qual a prótese de silicone fica envolvida. Assim, ela estará completamente separada da glândula mamária, não alterando em nada no sabor do leite.

Já em casos, onde a escolha seja a incisão areolar, as chances de danos ou rupturas nos nervos são maiores. Isso porque podem se formar cicatrizes internas no sistema de condução do leite. E elas podem provocar dobras ou estreitamento dos dutos, dificultando a saída do leite.

No entanto, são raras as cirurgias de prótese de silicone que são feitas com esse tipo de incisão.

Como escolher o melhor momento para a cirurgia?

Agora que você já sabe que quem coloca silicone pode amamentar, é importante desvendar outro mito sobre esse tema.

Fazer a cirurgia antes ou depois da amamentação?

Saiba que quem decide o momento ideal para fazer a mamoplastia de aumento é você. Para isso, basta que você entenda quais os fatores que envolvem cada escolha.

Por fim, tenha em mente que amamentar e colocar a prótese de silicone são experiências independentes e que têm o poder de mudar a sua vida para melhor!

Prótese de silicone antes ou depois da amamentação?

Para as mulheres que pensam em fazer a cirurgia antes de amamentar, é importante ter em mente que os seios passam por modificações durante a gravidez e a lactação. E, quando você parar de amamentar, eles podem sofrer alterações no volume.

Em alguns casos, pode ocorrer sobra de pele após a amamentação. E isso acontece tanto com as mulheres que fizeram a cirurgia quanto com as que não fizeram.

Vale dizer que, mesmo com as alterações dos seios, a prótese de silicone permanecerá intacta. A mama é que terá um formato diferente.

Portanto, em alguns casos, é preciso fazer uma nova cirurgia plástica para alguns ajustes de pele, podendo, ou não, vir acompanhado da troca da prótese de silicone.

Ainda assim, algumas mulheres aproveitam esse momento para aumentar o tamanho da prótese.

Para aquelas que vão fazer a cirurgia depois da gestação, é importante aguardar por volta de 6 meses após o final da amamentação.

Esse é o tempo que o seu organismo precisa para estabilizar os níveis hormonais produzidos durante a lactação e a gravidez.

Depois de quanto tempo da cirurgia é possível amamentar?

Para aquelas que acabaram de colocar ou vão colocar a prótese de silicone em breve, é importante saber que é recomendável esperar pelo menos 6 meses para engravidar.

Dessa forma, você estará recuperada do pós-operatório da cirurgia de prótese de silicone. E os riscos de acontecer algo inesperado durante a gestação serão minimizados.

Mulheres que desejam gerar filhos possuem muitas dúvidas sobre se aplicar a cirurgia de prótese de silicone por acreditarem que ela interfere na amamentação.

Perguntas mais comuns:

O silicone muda o sabor do leite?

O silicone acarreta em perda da glândula mamária?

Mas afinal, quanto tempo depois de colocar silicone eu posso amamentar?!

Coloco a prótese de silicone antes ou depois da gravidez?

Então para todas essas perguntas, solucionamos para você!

Se você conseguir respeitar o período mencionado acima, é possível evitar as estrias nos seios. Porque quando aumentam de tamanho uma vez, durante a amamentação, a glândula mamária também vai aumentar.

Cuidados básicos são fundamentais. Por exemplo, se você pretende colocar a silicone antes de engravidar, não deixe de avisar o seu médico sobre esse desejo.

Assim, vocês poderão definir o tamanho da prótese e o tipo de incisão com mais segurança.

Faça mais de uma consulta para poder escolher o cirurgião plástico que te fizer sentir mais à vontade e segura.

Júnior aconselha: "Tire todas as suas dúvidas com o médico. Conte sobre você, seu estilo de vida e compartilhe essas informações. Dentro dessa conversa, você poderá conseguir o melhor tamanho e formato de prótese."
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO