Atendimento especializado em cardiologia no Vital Brazil

Divulgação


O curso objetiva capacitar os médicos ao atendimento teórico-prático de emergências cardiocirculatórias, arritmias, infarto do miocárdio e Acidente Vascular Cerebral

TIMÓTEO - Com a constante preocupação em melhorar a qualidade do atendimento das emergências médicas, o Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais, em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisas do Hospital e Maternidade Vital Brazil, realizou, no final de semana, um curso intensivo de Suporte Avançado da Vida em Cardiologia (ACLS – Advanced Cardiac Life Support).

O ACSL é oficial da Associação Americana de Cardiologia e realiza cerca de 1.500 cursos por ano. A Sociedade Mineira de Terapia Intensiva (Somiti) detém o direito de dar o curso teórico-prático em Minas, que tem o mesmo programa em todos os locais onde é realizado. O referencial teórico são as diretrizes de emergência cardiovascular da American Heart Association.

Capacitação
O curso objetiva capacitar os médicos ao atendimento teórico-prático de emergências cardiocirculatórias, como paradas cardiorrespiratórias, arritmias, infarto do miocárdio e Acidente Vascular Cerebral. Segundo o diretor do curso, Cristiano Valério Ribeiro, são simuladas diversas situações de emergência, em quatro estações práticas, de forma a preparar os médicos para ações imediatas.

Os alunos também fazem rodízios para se depararem com situações de emergência respiratória, arritmias, infarto do miocárdio e Acidente Vascular Cerebral, e também se prepararem para atendimento pré-hospitalar. O instrutor Felipe Camargos ressaltou a importância de realizar o curso, já que as maiores causas de morte cardiovascular no Brasil dizem respeito ao infarto do miocárdio e o Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Outros cursos
Segundo o presidente do Centro de Estudos e Pesquisas do Vital Brazil, Rosemberg dos Santos Machado, as doenças cardiovasculares, agudas ou crônicas, são as que mais matam. “É importante essa preocupação do CRM em interiorizar o atendimento de urgência em cardiologia”, acrescentou o médico.

Para Rosemberg, outros cursos, em diferentes áreas, poderão agora ser realizados com mais freqüência, após a criação do Centro de Estudos e Pesquisas do HMVB, que oferece infra-estrutura para a qualificação do seu quadro clínico. Participaram do curso 28 médicos do Vale do Aço e cidades vizinhas, que tiveram aulas teóricas e em estações práticas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO