Idosos têm passe livre interestadual

Roberto Bertozi


A aposentada Luzia Júlia: satisfeita por ter sido a primeira contemplada

FABRICIANO – Pelo menos 12 integrantes da melhor idade em Coronel Fabriciano já estão com a carteirinha que lhes garante o direito de fazer viagens interestaduais gratuitamente. Ontem pela manhã, no Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), eles receberam o passe livre após se cadastrarem na Secretaria de Assistência Social, no ano passado.

Com a carteira, os idosos têm direito a passagens em qualquer empresa de ônibus de Minas Gerais para outros estados brasileiros. O recurso garante a eles ainda passagens de trem de Minas para o Espírito Santo. São asseguradas duas vagas por viagem aos idosos que apresentarem a carterinha, e também o desconto de 50% para aquisição de passagens.

Critérios
Têm direito ao beneficio pessoas que ganham até dois salários mínimos ou quem não tem como comprovar renda. As avaliações são feitas em entrevistas com assistentes sociais, levando-se em conta as condições sócio-econômicas dos entrevistados.

O direito ao passe livre interestadual ou ao desconto na passagem está previsto no Estatuto do Idoso e conforme determinação do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Quem ainda não pediu a carteirinha deve ir à sede do Creas, na avenida Moacir Birro, nº 722, no Centro.

Satisfação
A primeira pessoa a fazer o pedido da carteirinha que concede passe livre interestadual aos idosos foi a aposentada Luzia Julia Alves, 69. Na verdade, o pedido aconteceu após a necessidade de ver seu filho, acidentado em Vitória (ES). “Tinha que ir até lá e, como estava com dificuldades financeiras, consegui garantir a gratuidade. Na época utilizei apenas a declaração, mas agora que vai ser muito mais fácil viajar”, afirmou.

Luzia Júlia não acredita que não vá sofrer qualquer tipo de humilhação à beira dos guichês das empresas de ônibus. “Todos têm que saber que fazemos parte da sociedade. Nossa cidade está de parabéns por essa iniciativa”, destacou.

Conselho
A conselheira do Conselho Municipal do Idoso, Patrícia Dias, ressaltou a importância da participação dos idosos no “Programa Viva Idade”, que oferece atividades esportivas, acompanhamento nutricional, palestras e eventos. “É uma forma de fazer esse segmento da sociedade se sentir bem e valorizado”, explicou.

Cabe ao Conselho receber reclamações sobre abusos e maus-tratos contra os idosos e resolver as mais diferentes situações. “São em média dois casos de abusos por mês. Em muitas dessas situações, não há a necessidade de resolver em juízo. Como uma simples orientação à família, percebemos as mudanças”, afirmou. As reuniões do Conselho Municipal do Idoso acontecem todas as terceiras segundas-feiras de cada mês.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO