PMI oferece capacitação a 2.500 trabalhadores

IPATINGA - A Seção de Vigilância Sanitária e a Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Saúde de Ipatinga, abrem o calendário 2008 com uma extensa programação de cursos de capacitação. Ontem à tarde, no auditório da PMI, foi realizado o primeiro de uma série de quatro mini-cursos intitulados “Controle das doenças de veiculação hídrica transmitidas por vetores (dengue, febre amarela e malária) e toxinfecção alimentar” para 100 representantes de empresas industriais, comerciais e enfermeiros que atuam nas unidades de saúde do município.

Para o diretor do Departamento de Saúde Coletiva da Prefeitura de Ipatinga, Barôncio Cabral, neste ano cerca de 2.500 vagas serão disponibilizadas a trabalhadores formais e informais em capacitações da Vigilância Sanitária e da Vigilância Epidemiológica. Os cursos são gratuitos e voltados para as pessoas que trabalham com manipulação de alimentos, como açougueiros, padeiros, cantineiros e feirantes, e também profissionais de salões de beleza, que serão atendidos com treinamentos especiais.

Alimentação
Na semana que vem, 150 profissionais, entre feirantes, ambulantes e comerciantes, participarão do curso “Boas práticas na manipulação de alimentos”. Os interessados em participar das capacitações devem realizar sua inscrição na rua Juiz de Fora, nº 52 – 5º andar, na Seção de Vigilância Epidemiológica, levando comprovante de endereço e ofício do comércio especificando a formação profissional. Mais informações pelo telefone 3829-7505.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO