Gravina destaca sintonia com programa

Partido Verde realiza apresentação de novos filiados em Ipatinga

ACS/PMI


Durante a solenidade realizada na manhã de ontem, a vice-prefeita explicou que optou pelo PV porque se identificou com a atuação e a dinâmica do partido

IPATINGA - O diretório municipal do Partido Verde (PV) efetivou, ontem pela manhã, a filiação de novos aliados. A solenidade, na sede do partido,  contou com a participação da deputada estadual Rosângela Reis e de outras lideranças do PV em Ipatinga. O encontro foi marcado pela adesão da vice-prefeita Marisa Gravina e de um grupo de ex-vereadores, formado por José Geraldo Amigão, Gegê do Doce e Vital Honorato. O pastor da Igreja Pentecostal do Espírito Santo, José Modesto da Paixão, o advogado William Rocha e o bioquímico Olímpio Caetano dos Santos também estão entre os novos integrantes que se filiaram ontem ao PV.

A vice-prefeita Marisa Gravina disse que a decisão de se desligar do PSDB foi difícil. “É um partido respeitado e forte em Minas Gerais, mas infelizmente a minha experiência junto aos tucanos não correspondeu às minhas expectativas. O partido não vem apoiando os projetos a que me propus ao assumir a composição que me levou ao cargo de vice-prefeita de Ipatinga”, explicou Gravina, informando que a sua desfiliação não tem nenhuma relação de ruptura com o prefeito Sebastião Quintão (PMDB).

A vice-prefeita disse que optou pelo PV porque se identificou com a atuação do partido, principalmente por causa dos projetos de defesa ambiental e a dinâmica adotada ao decidir os seus direcionamentos. “O PV me atraiu porque busca a socialização e a qualidade de vida das pessoas. Eu sempre acompanhei o trabalho realizado pelo partido, que possui interesse por questões que extrapolam interesses individuais”, disse. Gravina informou que ainda não decidiu se irá se candidatar a algum cargo no Legislativo ou mesmo no Executivo.

“Não posso falar sobre o futuro, que só a Deus pertence. Mas quero contribuir de alguma forma com a gestão pública, seja através de ajuda na administração do partido ou de uma cadeira na Câmara Municipal. Ainda não decidi esses rumos, pois acredito que as candidaturas devem nascer da expressividade do trabalho que desenvolvemos e que possam ser enquadrados como atestado de representatividade coletiva. Eventuais candidaturas terão seu tempo adequado para acontecer”, declarou.  

Currículo
Para a deputada Rosângela Reis, a filiação da vice-prefeita significa um passo a mais para o crescimento político do PV em Ipatinga. “É uma alegria estar ao lado de uma mulher de fibra, que possui um histórico importante de movimentos sindicais, de participação em vários movimentos sociais”, finalizou Rosângela Reis.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO