Padrasto suspeito de violentar enteada de 3 anos

BELO ORIENTE - A Polícia Civil vai investigar a suspeita que recai sobre W.C.S., de 22 anos, suspeito de abusar sexualmente da enteada de apenas três anos de idade. O caso foi descoberto no fim de semana, no distrito de Perpétuo Socorro (Cachoeira Escura). O acusado chegou a ser preso e ouvido no plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga, porém acabou negando o crime. O caso foi repassado para o delegado Élder Chantal de Almeida e ao Conselho Tutelar da cidade.

A violência sexual foi descoberta no hospital do distrito. A criança contou que o padrasto deitou-se com ela na cama e introduziu o dedo em seu órgão genital.  A mãe deparou com esperma sobre o corpo da criança, além de ferimentos no órgão genital. Policiais militares foram acionados e realizaram buscas até a localização do acusado, que foi detido e encaminhado para a delegacia, onde negou o crime. Como faltavam mais provas, W.C. foi liberado.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO