Corpo de aposentado é localizado no rio Doce

Reprodução


Divino estava desaparecido desde a terça-feira

IPATINGA - O corpo do aposentado Divino de Almeida Fraga, 32 anos, foi identificado na tarde de ontem. O cadáver foi resgatado anteontem nas águas do rio Doce, nas proximidades de Ipaba. A vítima morreu afogada, conforme o laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Ipatinga, mas a família deseja saber como aconteceu o afogamento. Divino morava com a mãe no distrito de Perpétuo Socorro, em Belo Oriente.

De acordo com João Almeida Fraga, 49, o irmão foi visto na última terça-feira indo para Ipaba. Ele alegou que iria resolver problemas no banco. “Divino estava com problemas de depressão, tomava remédio controlado e a gente não gostava que saísse assim”, lembrou João, acrescentando que populares viram o desaparecido bebendo em alguns bares.

Na quarta-feira, ele não retornou para casa e atraiu a atenção da família. “Procuramos por vários lugares, sem sucesso. Ontem, durante as buscas, moradores ouviram em uma emissora de rádio as características físicas e as roupas de um homem afogado que havia sido retirado do rio Doce. Para a nossa tristeza, era ele mesmo”, explicou o irmão de Divino.

O corpo foi liberado para a família, que trasladou-o para Perpétuo Socorro, onde, ainda na noite de ontem, após uma oração rápida, foi sepultado no distrito de Belo Oriente. “É estranho o que aconteceu, e nós esperamos que algo seja esclarecido, se ele caiu no rio ou se foi jogado nele”, finalizou João Fraga.

Andarilho
Está na câmara fria do IML de Ipatinga o corpo de um homem ainda sem identificação, aparentando ser andarilho. Ele foi encontrado em Coronel Fabriciano na noite de anteontem, suspeitando-se inicialmente de morte natural. Porém, o laudo dos legistas apontou que a causa da morte do desconhecido foi traumatismo craniano. O cadáver apresentava ainda várias costelas quebradas. A polícia suspeita de alguma agressão ou até mesmo um atropelamento.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO