Casal Nardoni tem pedido de habeas corpus negado

SÃO PAULO (AE) - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou ontem mais um pedido de habeas corpus para Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, acusados de matar Isabella, de 5 anos. O ministro Napoleão Nunes Maia Filho considerou em sua decisão a suposta tentativa do casal de alterar o local do crime, o que representaria para a Justiça riscos ao andamento do processo. As informações são da assessoria do STJ.

Alexandre e Anna Carolina, pai e madrasta de Isabella, estão presos há quatro meses em penitenciárias de Tremembé, no interior de São Paulo. Eles são acusados de homicídio doloso triplamente qualificado e fraude processual. Isabella morreu em 29 de março na capital, depois de ser jogada do sexto andar do edifício em que morava o casal. Segundo a polícia, a menina foi esganada antes da queda.

No habeas corpus, a defesa contesta o que considera um “excesso de linguagem” na decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) e critica o trabalho da perícia e da polícia. Em audiência para julgamento do pedido de liberdade, os advogados afirmaram que Isabella não fora esganada, mas morrera de embolia, causada pela queda. Maia Filho avaliou que as críticas diziam respeito às provas do processo e, por isso, não poderiam ser analisadas pela Justiça em um habeas corpus.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO