PC e PM intensificam combate a crimes no bairro Bethânia

Bando detido pode ter ligação com assaltante e seqüestrador

Wellington Fred


Os policiais abordaram a casa de Denner e apreenderam moto, pistola calibre .40, cocaína e dinheiro

IPATINGA - As polícias Militar e Civil realizaram, durante todo o dia de ontem, uma operação no bairro Bethânia, e conseguiram desarticular uma quadrilha que pode ter ligação com Pedro Luiz Ferreira, o Boiadeiro, de 30 anos, recapturado na semana passada e recolhido na cadeia de Conselheiro Lafaiete. “Boiadeiro” ficou conhecido pela participação no assalto seguido de seqüestro do empresário Amantino Alves, em 2006. Em fevereiro do ano passado ele fugiu do Ceresp, mas acabou localizado com um carro furtado.

Dentre os objetos apreendidos com o bando no bairro Bethânia, uma pistola calibre .40 e drogas, além de uma motocicleta zero quilômetro avaliada em R$ 20 mil. O tenente-coronel Sebastião Pereira de Siqueira, comandante do 14º Batalhão, informou ao DIÁRIO DO AÇO que as duas polícias levantaram informações dos locais abordados. “Solicitamos junto à Justiça mandados de busca e apreensão para oito casas”, disse, acrescentando que ao todo participaram da operação 44 policiais militares e civis. Até o helicóptero da PM, Pégasus, foi usado nos trabalhos.

Na casa do borracheiro Denner Cláudio da Rocha, de 22 anos, na rua Hanói, no Morro do Cruzeiro, bairro Bethânia, os policiais apreenderam 370 gramas de cocaína, uma pistola Taurus calibre .40, R$ 2.290 e até a moto Suzuki GS 500, zero quilômetro e sem placa. Ele é acusado de participação em assaltos na região, mas nega qualquer envolvimento nos crimes. Além de Denner, os policiais prenderam a mulher dele, Beatriz da Silva, de 21 anos.

A operação foi denominada “Cerco à Boiada” e comandada pelo capitão Leôncio Botelho, comandante da 138ª Cia. Ela recebeu o nome diante da possível ligação dos suspeitos com o assaltante e seqüestrador Boiadeiro. Informações apuradas pela polícia dão conta de que ele estaria comandando os assaltos na região do Bethânia. “Vai ser caso de investigação, mas há suspeita de que o assalto ao posto (foram roubados R$ 35 mil) no Cariru pode ter ligação com estas pessoas”, informou o comandante Siqueira.

Revólver
Os policiais apreenderam um revólver com um adolescente na rua Lion e conduziram para delegacia o pai dele, J.F.S., de 53 anos. Na casa deles, um revólver calibre 38 foi apreendido. De acordo com o adolescente, a arma é para sua segurança. “É para me defender, pois não tenho medo de morrer. Quem cruzar na minha frente, tombo mesmo”, disse o adolescente, friamente, enquanto era levado para a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil.

Além deles, os policiais detiveram para se explicar na delegacia Claudioney Rogério Jerônimo, de 19 anos, na rua Seul, com 15 papelotes de cocaína. Outras 13 porções foram encontradas com um adolescente. Detidos ainda Wederson Pires, de 21 anos, o “Yu”, Geraldo de Oliveira, 38 anos, e o irmão de Boiadeiro, Wanderson de Melo Ferreira, de 34, o “Tuíra”.
Todos os detidos foram encaminhados para delegacia, apesar de negarem envolvimento com Boiadeiro, assaltos e tráfico de drogas. O delegado Geraldo Magela informou que autuou Denner, Beatriz e Claudioney por tráfico de drogas. Os outros poderão responder por formação de quadrilha, caso que será investigado.

Lan house
Os policiais ainda apreenderam dois adolescentes que seriam os autores de um assalto na Lan House Speed, no sábado à noite, na avenida Alberto Giovannini, no bairro Bethânia. Foram levados R$ 330 e três celulares da empresa e de clientes. Pela filmagem do circuito de TV, chegou-se até um adolescente com a mesma camisa flagrada pelas câmeras do estabelecimento, além de dois capuzes. Ele negou a participação no crime ao DIÁRIO DO AÇO. A polícia irá conferir as imagens captadas durante o assalto.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO