Presos acusados de assassinar pai de tenente

Força-tarefa da Polícia Militar prende o outro acusado do crime

www.noticiasuai.com.br


Noé foi encontrado na localidade de Gororó, região de Ferros, e levado para a delegacia de Itabira

DA REDAÇÃO - O lavrador Noé Andrade Ribeiro Filho, de 24 anos, foi preso na manhã de ontem, na localidade de Gororó, zona rural de Ferros, por policiais militares. Ele é acusado de participar do assassinato do sitiante Antônio de Godoi Magalhães, de 58 anos, em Mar Vermelho, na sexta-feira. Noé teria agido na companhia de Rinaldo Aparecido Pacheco, o Nego, de 21 anos, preso durante o velório da vítima.

O acusado foi localizado durante uma perseguição que durou cinco dias e envolveu policiais militares da região de Itabira. Ele foi encaminhado para a delegacia regional de Itabira e negou qualquer participação no assassinato. Em sua ficha criminal constam cinco tentativas de homicídio, sendo uma contra seu próprio irmão.

Segundo Rinaldo, em depoimento à Polícia Civil, foi Noé quem o chamou para executar Godoi Magalhães, morto com um tiro na cabeça. A vítima é pai do tenente Luiz Magalhães, lotado na 12ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito. O motivo do assassinato: o sitiante teria feito elogios à Polícia Militar. Além do tenente, a vítima tem outros filhos militares.

Godoi foi seguido até o seu sítio, mas resolveu sair após ouvir latidos em sua propriedade e acabou recebendo um tiro na cabeça, morrendo no local. O corpo foi localizado apenas na manhã de sábado, ao lado de uma espingarda.

Força-tarefa
O crime motivou a composição de uma força-tarefa composta por vários policiais militares do 14º Batalhão de Ipatinga e do 26º de Itabira. Rinaldo foi preso ainda durante o velório de Godoi. Ele acompanhava o enterro, no domingo. E depois, Noé. Os dois acusados foram levados para Itabira, evitando uma retaliação física por parte dos amigos da vítima. (Com o site Notícias Uai).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO