Assassino de vizinho condenado a 12 anos

IPATINGA - O lavrador Jesus Rodrigues Barbosa, de 59 anos, foi condenado na tarde de ontem a 12 anos de prisão. Ele respondia pela morte de Francisco Custódio da Costa, de 38 anos, ocorrido em 20 de junho do ano passado. A motivação do homicídio foi uma briga por causa de um muro a ser construído na divisa dos terrenos dos envolvidos, na rua Pontal, Morro Santa Rosa, no bairro Bethânia.

Além do homicídio, Jésus foi pronunciado pela tentativa de homicídio contra a mulher da vítima, Maria Helena Nicolau de Paula, que escapou de ser morta no dia da confusão. O julgamento de ontem, que terminou por volta das 14h, foi presidido pelo juiz Antonio Augusto Calaes de Oliveira e, na acusação, atuou o promotor Rafael Pureza.

A defesa, composta pelo advogado, conseguiu que o Conselho de Sentença acatasse a tese de negativa de autoria, na tentativa de homicídio. Porém o Júri condenou o réu pelo crime de homicídio duplamente qualificado contra Francisco, sentença de 12 anos proferida por Calaes. Jésus está recolhido no Ceresp de Ipatinga desde o dia do crime, preso em flagrante pela PM.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO