Bombeiros ainda procuram corpo de mecânico no Rio Doce


Regis era solteiro e residia com sua família, no bairro Canaãzinho
IPATINGA – Dezenas de amigos e familiares estiveram na residência do mecânico Regis Messias Coelho Silva, 23 anos, na avenida Galiléia, 469, bairro Canaãzinho, na tarde passada, à espera de notícias sobre ele. Na madrugada do último sábado, Regis caiu no Córrego Gerasa, na avenida Galiléia, próximo ao número 140, e até o início da noite de ontem não havia sido encontrado.

O mecânico trafegava com sua moto, uma Honda Biz, pela avenida Galiléia, e conforme a perícia da Polícia Civil, teria caído no córrego. Sua moto foi encontrada no asfalto, à margem do córrego. No momento do acidente chovia muito e a correnteza era intensa. O sargento Gildo dos Santos, do Corpo de Bombeiros, que coordena as buscas desde sábado, informou que ontem a procura se concentrou no Rio Doce, nas proximidades de Ipaba, onde foi encontrado, na manhã passada, o capacete de Regis.

“Uma equipe composta por três bombeiros, e outra, por três policiais militares, que são amigos da família de Regis, estão trabalhando nas buscas. A tentativa de resgate do corpo será retomada amanhã (hoje) pela manhã, no Rio Doce, nas proximidades do Naque até Governador Valadares”, informou Gildo. No fim de semana, os bombeiros haviam procurado o mecânico ao longo do Córrego Gerasa, ribeirão Ipanema e Rio Piracicaba.

O pai de Regis, o comerciante Manoel Messias Silva, 50 anos, disse que o filho é muito querido. “O Regis tinha muitas amizades e um rapaz trabalhador. Todo mundo gosta dele”, declarou Manoel, desolado com o desaparecimento do filho.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO