Homem é assassinado com quatro tiros no Iguaçu

Reprodução


Um dia antes de ser assassinado, Ricardo agrediu uma adolescente de 15 anos

IPATINGA - A madrugada de domingo foi sangrenta na rua Araribóia, bairro Iguaçu, onde, por volta de 1h30, o desempregado Ricardo Fernandes Albuquerque, 28 anos, foi assassinado com quatro tiros que atingiram sua cabeça, braço esquerdo, abdome e costa. Testemunhas contam que ouviram os disparos contra Ricardo, que morreu no local do crime. A polícia ainda não prendeu nenhum suspeito pelo assassinato. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ipatinga, sendo constatadas as quatro perfurações por bala de revólver.

Ricardo Fernandes tinha passagens pela polícia por crimes contra o patrimônio, contra a pessoa e porte de drogas. Um dia antes de sua morte, ele teria agredido uma menor de 15 anos no bairro Iguaçu. Populares disseram ainda que Ricardo estaria transitando pelo local portando arma de fogo.

Contudo, ainda não há evidência de que a agressão à adolescente possa estar relacionada à morte de Ricardo.

O DIÁRIO DO AÇO esteve na casa da família de Ricardo, na tarde de ontem, e o irmão da vítima, o pintor Paulo Júnior, 32 anos, disse que Ricardo fazia uso de bebida alcoólica constantemente, mas não possuía inimigos. “Ele bebia e, às vezes, andava nervoso, porém  não era de arrumar confusão por qualquer coisa. As pessoas gostavam do Ricardo e ele não tinha inimigos”, alega Paulo Júnior.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO