Mulheres morrem em acidente na 381

DA REDAÇÃO - A Polícia Rodoviária Federal registrou na madrugada de ontem um grave acidente no quilômetro 364 da BR-381, no município de São Gonçalo do Rio Abaixo, em que morreram duas pessoas moradoras de Coronel Fabriciano. Aurora Rosa do Amaral, de 82 anos, e a nora dela, Cacilda Ermelinda Félix, de 39 anos, estavam no carro dirigido pelo filho de Aurora, Antenor Félix da Silva, de 50 anos. Outros dois ocupantes do Corsa saíram feridos após a colisão com um Fiat Siena.

O acidente ocorreu por volta das 5h30, conforme registros da PRF, quando Antenor conduzia o Corsa, placas GSB-0608 (Fabriciano), sentido a Belo Horizonte. Por motivos não informados, o carro se chocou na transversal com o Fiat Siena, placas HBA-6082 (João Monlevade), guiado por Ediel José da Silva, de 33 anos. Os dois motoristas saíram ilesos do acidente.

Estavam no Corsa o cunhado de Antenor, Gilmar Viana da Cruz, de 51 anos, com lesões leves, a irmã do motorista e a mulher de Gilmar, Vanda Félix da Cruz, de 49 anos, que sofreu lesões graves. Morreram Cacilda e Aurora, conforme registros da PRF.

Familiares dos ocupantes do Corsa de Fabriciano informaram ao DIÁRIO DO AÇO que as vítimas estavam se dirigindo a Belo Horizonte para uma consulta médica. Os corpos de Aurora e Cacilda serão velados na igreja Batista, no bairro Caladinho de Baixo, onde moravam. O enterro está programado para hoje, mas até o fechamento desta edição o horário não havia sido definido.

Atropelamento
O pedreiro Geso Carvalho Sousa, de 43 anos, foi identificado no fim da tarde de ontem no IML de Ipatinga. Ele morreu na noite de segunda-feira no Hospital Vital Brazil, em Timóteo, onde deu entrada na sexta-feira passada com suspeita de atropelamento. A vítima ficou em coma e não resistiu aos ferimentos, morrendo de traumatismo crânio-encefálico (TCE).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO