“Dono” de dinheiro enterrado é preso

TIMÓTEO - O delegado Francisco Pereira Lemos e equipe prenderam no Morro do Carmo, em Coronel Fabriciano, Wederson Souza Cardoso, o conhecido “Neném”, de 20 anos. A localização do foragido da Justiça ocorreu durante a noite de anteontem. Neném seria o proprietário dos mais de R$ 14 mil encontrados enterrados na casa dele, na rua Ceará, no distrito de Cachoeira do Vale, em Timóteo.

Ele está com um mandado de prisão expedido pela Justiça de Timóteo, acusado de trafico de drogas. No mês passado, no dia 15 de outubro, a PM encontrou R$ 14.130 na casa do acusado. Além dele, os policiais apreenderam R$ 1.465 na casa do irmão, Welbert de Souza Cardoso, o Betinho, suspeito de envolvimento com o tráfico. Betinho foi preso semana passada numa operação conjunta da PM e PC.

Neném foi encontrado após uma denúncia repassada ao delegado Lemos. “Conheço muito bem o Morro do Carmo e conseguimos prendê-lo de surpresa”, conta o delegado, que preside o inquérito policial. Neném, ao ser ouvido na delegacia, alegou que o dinheiro não seria de tráfico. “Foi uma pessoa de BH que conheço de vista. Ela me passou o dinheiro para guardá-lo”, comentou.

Wederson alegou que os dois revólveres apreendidos na casa dele, quando os militares encontraram o dinheiro, foram comprados de um caminhoneiro, porém sem identificá-lo. “Ele estava me devendo pagamento de chapa. Não tenho envolvimento com o tráfico de drogas e muito menos ligação com meu irmão. Ele cuida da vida dele e eu da minha”, disse.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO