Cinco estudantes morrem em chacina

SOROCABA (AE) - Cinco estudantes foram executados a tiros num matagal a 300 metros da escola onde estudavam, no final da noite de anteontem, em Votorantim, na região de Sorocaba. Outros três que estavam no mesmo grupo conseguiram escapar do massacre ao se fingirem de mortos. Um deles recebeu um tiro no braço. Os disparos foram feitos por dois homens que já chegaram atirando.

A Polícia Civil acredita em execução, pois os tiros foram dirigidos para a cabeça das vítimas. Os criminosos usaram pistolas de calibre 380. Um suspeito da chacina estava sendo procurado ontem à tarde. Todas as vítimas eram alunas da Escola Estadual Evilásio de Góes Vieira, no bairro Vossoroca, periferia de Votorantim. À exceção de André Gonçalves Rodrigues, que tinha 21 anos, as outras eram adolescentes: Daniele Miranda Raimundo, de 14 anos, Mariane Caren da Silva, de 15, Jhosely Lopes dos Santos, também de 15, e Elvis Aparecido da Silva, de 16.

Namorados
De acordo com a polícia, os jovens formavam casais de namorados e, em vez de assistirem às aulas do período noturno, decidiram ir para uma área verde perto da escola. Por volta das 22 horas, dois homens de armas em punho surpreenderam o grupo e, sem dizer nada, começaram a atirar. O menor S., de 17 anos, e a namorada, jogaram-se no chão e fingiram que estavam mortos. Os dois sobreviveram.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO