Pai assassinado pelo filho

CARATINGA - Uma briga entre pai e filho resultou em tragédia para a família do aposentado Wilson Francisco da Silva, de 52 anos. Ele foi morto a facadas pelo próprio filho, Odair José da Silva, de 31 anos, preso em flagrante pela Polícia Militar do destacamento do município de Entre Folhas, no início da noite de anteontem. O acusado, ao ser ouvido pela polícia, alegou que era maltratado em casa; porém, ele apresenta sinais de ter problemas mentais.

O crime aconteceu na rua Anita Firmino Tavares, no Barreira, por volta das 18h30. Pai e filho estavam se desentendendo por motivos familiares. Odair se armou com uma faca e desferiu vários golpes contra seu pai , que morreu na hora. Populares acionaram a PM, que conseguiu abordar o acusado ainda em via pública com a arma do crime em punho.

O acusado estava sentado na calçada, como se estivesse aguardando a chegada dos policiais. Ele alegou que faz uso de vários remédios controlados por causa de problemas mentais. “Ele me maltratava e abusava da minha cara. Meu pai pegou uma enxada para me agredir e eu apenas me defendi”, disse Odair aos repórteres da imprensa da região de Caratinga.

Outra alegação foi a de que os pais não lhe davam alimento e queriam que saísse de casa. Os policiais admitiram a possibilidade de o acusado ser portador de doença mental e o encaminharam para a delegacia de Entre Folhas, onde foi autuado em flagrante, sendo depois levado para a cadeia de Caratinga. O corpo do aposentado Wilson Francisco foi removido para o Instituto Médico Legal após os trabalhos da perícia da Polícia Civil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO