Armas de fabricação caseira apreendidas

FABRICIANO - Policiais da 178ª Companhia Especial desencadearam na manhã de ontem uma operação de combate a armas e drogas no bairro São Domigos com o cumprimento de três mandados de busca e apreensão. Na casa de Willis Pereira Araújo, 21 anos, foram aprendidas duas armas caseiras e munição. Em seqüência ao cumprimento de outro mandado de busca e apreensão, na casa do cortador de grama J.V.S., de 21 anos, os policiais encontraram o rapaz fazendo sexo com uma adolescente de 13 anos.

A tenente Carla comandou os trabalhos da PM na abordagem na casa do carpinteiro Willis, preso com armas e denunciado de forma anônima. No local, apreendidas duas espingardas caseiras, dois cartuchos de calibre 36 e recipientes de pólvora, chumbo e espoleta. Ele foi preso por confirmar que as armas eram dele para a proteção pessoal. O acusado foi levado para a 19ª Delegacia Seccional de Coronel Fabriciano juntamente com o material apreendido.

Sexo
Os policiais foram para a rua Dom Oscar, ainda no bairro São Domingos. J.V. foi flagrado em ato sexual com a adolescente de 13 anos. Ao ser perguntado quem era a garota, ele confirmou que mora com a adolescente há quase um ano. Os militares o conduziram para a delegacia juntamente com a garota e a mãe dela, que não quis representar contra o rapaz.

A mãe disse ao DIÁRIO DO AÇO que apóia a ação da filha e criticou quem denunciou o casal para a polícia. “São invejosos próximos da casa deles, vendo minha filha subir na vida. É fofoca de vizinhos, pois ele é gente boa”, disse a mulher. Diante da falta de representação, o delegado Astrogildo Valério ouviu o casal e testemunhas, liberando o cortador de grama. Mas a situação dele pode ser objeto de estudo pela Justiça.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO