Presos tentam matar colegas do seguro

FABRICIANO - O banho-de-sol realizado na manhã de ontem na cadeia de Coronel Fabriciano por pouco não terminou em morte. Mais um dos intermináveis problemas do precário presídio localizado na rua Boa Vista, no Centro da cidade. Um preso com barra ferro teria tentado agredir três detentos que estão na cela do “seguro”, destinada aos ameaçados de morte por causa de crimes hediondos (estupro ou morte de crianças e idosos) ou por problemas adquiridos com presos no cárcere.

De acordo com a PM, o detento José Geraldo de Oliveira, de 31 anos, teria se armado com uma barra de ferro e estourado o cadeado da cela 9. Os policiais avistaram a ação do preso, que estaria com a intenção de agredir Antônio Evaristo da Conceição, Gleidson Neves de Jesus e Nerivaldo Barbosa Lagaro. Os policiais militares e civis agiram rápido, evitando a agressão. O caso foi repassado para o delegado e diretor da cadeia Alexsander Esteves Palmeira.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO