Dois mortos em Periquito

Acidente matou motorista e uma criança de oito meses de idade

Antônio Cota/Diário do Rio Doce


Acidente envolveu carro da Secretaria Estadual de Saúde, Fiat Uno e CrossFox

PERIQUITO - A BR-381, trecho do município de Periquito, é mais uma vez palco de fatalidade. No fim da manhã de ontem, a batida entre três veículos deixou dois mortos. Um dos carros envolvidos é uma Fiat Ducato lotada na Secretaria Estadual de Saúde, em Teófilo Otoni, que seguia para Belo Horizonte. Morreu, além do condutor desta van, o motorista Gilberto Souza Chaves, de 53 anos, um bebê de oito meses que viajava no Fiat Uno.

De acordo com dados repassados pelo 6º Batalhão de Corpo de Bombeiros, de Governador Valadares, o acidente aconteceu por volta das 11h no quilômetro 165 da BR-381, uma longa reta e com boas condições de visibilidade. O Fiat Uno, placas HAG-6251, de Catugi/MG, era dirigido por Leônidas Santos Ribeiro, de 34 anos, e trafegava no sentido Vale do Aço a Valadares. O carro atingiu a Ducato, placas HMG-4264, de Belo Horizonte, que seguia em direção contrária.

Logo atrás da Ducato trafegava o Volkswagen Cross Fox, placas HGI0563, de Governador Valadares, dirigido por Nilson Alves de Souza, 61 anos, que não conseguiu evitar o acidente. Viaturas de resgate do Samu e do Corpo de Bombeiros se deslocaram para o local, socorrendo os feridos. Policiais do Corpo de Bombeiros retiraram,  entre as ferragens da van, o corpo do motorista Gilberto.

Reprodução


O motorista Gilberto Souza ficou preso entre as ferragens

Socorro
Os feridos foram encaminhados ao Hospital Municipal de Governador Valadares. O policial militar Nathan Rodrigues Ferreira, de 20 anos, lotado em Belo Horizonte e que viajava na Ducato, foi levado por populares, que ajudaram também o motorista do Uno e os passageiros Selma Lemes Santos, 23 anos, e Zeliane Rodrigues Soares, 20 anos. Nilson Alves de Souza, de 61 anos, que teve ferimentos leves, foi atendido pelo Samu e levado ao HM de Valadares.

O bebê de oito meses, Leônidas Neto Soares Ribeiro, morreu a caminho do hospital. Os bombeiros demoraram quase duas horas para a retirada do corpo de Gilberto, preso nas ferragens. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal. O registro do acidente feito pela Polícia Rodoviária Federal apontou que a Ducato resolveu ultrapassar o Cross Fox e atingiu lateralmente o Fiat Uno, provocando seu capotamento.

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO