“Nova fase em minha carreira”

Major anuncia plano de integração da comunidade com a PM em Timóteo

Wellington Fred


Recém-promovido a major, Edvânio Carneiro assume a 85ª Companhia na próxima quarta-feira

TIMÓTEO - O recém-promovido major Edvânio Rosa Carneiro, de 38 anos, assume oficialmente, na próxima quarta-feira, 12, o comando da também recém-promovida 85ª Companhia Especial. Edvânio, que estava à frente do Serviço de Inteligência do 14º Batalhão, se diz animado com a nova fase em sua carreira. O major terá oportunidade de comandar a transição da companhia com novas perspectivas do aumento de policiais e chegada de equipamentos, além de, segundo ele, interagir com a comunidade.

A posse do novo comando vai acontecer às 9h do dia 12, na quarta-feira próxima, numa solenidade cívico-militar na sede da 85ª Companhia Especial, no bairro Primavera. Nascido em 16 de julho de 1969, Edvânio é casado, e se formou no curso de oficiais em 1991. Em 2003, se bacharelou em Direito pela faculdade de Direito de Ipatinga (Fadipa).

O oficial ainda tem MBA executivo em gestão empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, especialização em Segurança Pública pela Fundação João Pinheiro e ainda é doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo Social Argentino, em Buenos Aires, na Argentina. Edvânio possui várias condecorações e méritos adquiridos ao longo do exercício da profissão.

O novo comandante da PM de Timóteo, que é responsável também pelo policiamento dos municípios de Jaguaraçu e Marliéria, concedeu entrevista ao DIÁRIO DO AÇO. Ele ressaltou que não é a primeira vez que comanda uma companhia. Quando tenente comandou a extinta Cia. de Choque (138ª Cia.).

DIÁRIO DO AÇO: A avaliação e a perspectiva deste novo desafio na carreira do senhor?
EDVÂNIO CARNEIRO: É com muita satisfação que aceitei a designação do comandante-geral da PM para exercer um comando da recém-criada Companhia Especial. Isto demonstra a importância da cidade de Timóteo no contexto de Minas Gerais. Tenho consciência da interação com a comunidade e, a cada dia, treinar a tropa, melhorar a nossa atenção com a comunidade para dar uma resposta mais ágil, eficiente, na prevenção do crime. Vamos implementar operações bem planejadas, pontuais e reprimir os crimes que mais têm incomodado a comunidade.

DA: O senhor já analisou a situação criminal de Timóteo e o que terá mais atenção do comando da PM?
EDVÂNIO: Eu procurei analisar a estatística criminal de 2003 até 31 de agosto deste ano. Inicialmente, os índices criminais, se comparados com outras cidades de mesmo porte, estão numa questão aceitável. Há alguns problemas, como o furto consumado de residências e furtos de bicicletas. Pretendemos, com o auxilio dos policiais lotados na 85ª, proporcionar melhor qualidade de vida à população.

DA: A área urbana de Timóteo é bem próxima de Fabriciano, com marginais realizando uma migração entre as cidades. O que será feito para combater isso?
EDVÂNIO: Não é só Fabriciano, mas outras cidades do Vale do Aço são bem próximas, interligadas. Já entrei em contato com o major Masseno (Marco Valério, da 178ª Cia. Especial de Fabriciano) para a gente trabalhar de forma harmônica na prevenção em Timóteo e Coronel Fabriciano. Não tenha dúvida de que vamos trabalhar juntos para prevenir esta migração delituosa entre as cidades.

DA: O que muda, além do nome da Companhia?
EDVÂNIO: Não é com mudança de nome e a chegada de um major para lá que acontecerão mudanças. Há menos de um ano foram disponibilizados recursos para aquisição de viaturas para Timóteo, como ocorreu em outras cidades de grande porte. Agora não fica só no major, no momento não temos policiais, mas no final do ano haverá formatura de policiais. O coronel Cabral (Gilberto, comandante da 12ª Região da Polícia Militar) vai designar novos policiais que formam no fim do ano para integrarem a Companhia.

DA: Outros oficiais virão para 85ª Companhia? E qual bairro mais preocupa?
EDVÂNIO: Hoje temos dois tenentes, Ademir e Heloisa. Eles vão permanecer em Timóteo. Temos uma tropa com bons policiais, trabalhadores, com os quais eu irei contar para realizar um bom trabalho para a comunidade. O distrito de Cachoeira do Vale terá uma atenção especial num primeiro momento, outros pontos da cidade também. Na segunda-feira vamos nos reunir com o prefeito (Geraldo Nascimento) e o presidente da Câmara (Keisson Drumond) no intuito de nos conhecermos, e também vamos nos apresentar às lideranças comunitárias, empresariais e definir as necessidades no município.

DA: O Disque-Denúncia 3825-6655 foi implementado na época com o senhor, ao assumir o Serviço de Inteligência da PM, e ajudou a elucidar vários crimes. Na 85ª Cia. Especial terá também um telefone para as denúncias?
EDVÂNIO: Vamos pensar, inclusive em arrumar uma forma de contato com a comunidade, um espaço aberto para que a comunidade, de forma anônima, nos passe o que acontece na cidade em relação aos marginais. Vamos tentar arrumar um meio, um telefone para receber esta ajuda imprescindível na nossa atuação.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO