Menina de 12 anos morre atropelada por caminhão

Wellington Fred


A estudante da 6ª série tropeçou e caiu debaixo do veículo

FABRICIANO - A 178ª Companhia Especial registrou, no fim da manhã de ontem, mais um grave acidente envolvendo caminhão no município. A estudante Viviane Moreira da Silva, de 12 anos, aluna da 6ª Série da Escola Estadual Celina Machado, foi atropelada. Ela tropeçou e caiu debaixo do veículo na rua Pirapora, no bairro Aparecida do Norte. A menina voltava da escola com um colega, garoto que ficou em estado de choque ao ver o atropelamento.

O caminhão-caçamba Ford Cargo 4331, placas GSV 0123, de Belo Horizonte, era conduzido por João Batista Emílio, de 44 anos, que iria almoçar. “Fiz uma manobra de marcha-ré e depois, ao virar a esquina, indo em frente, ouvi gritos. Parei o veículo e, para meu desespero, era uma menina. Não tive culpa. Gostaria de pedir à família desculpas, porque foi um acidente”, disse o motorista, amparado por amigos.

Testemunhas arroladas pela PM e pelo Corpo de Bombeiros, além de outras ouvidas pelo DIÁRIO DO AÇO, apontaram a mesma versão. “O motorista seguia pelo local, quando veio a menina correndo. Ela tropeçou e caiu debaixo do veículo. Foi uma fatalidade e ninguém tem culpa”, contou Ozias Alves Pereira, de 20 anos.

O corpo de Viviane foi encaminhado ao IML de Ipatinga depois dos trabalhos dos peritos. A equipe dos bombeiros, comandada pelo sargento Correa, deu apoio aos familiares na hora de informar a notícia da morte de Viviane para a mãe dela, Maria Marta Moreira. “É muito triste. Ela perdeu o marido há seis anos por um infarto e, agora, a única filha dela morre desse jeito”, lamentava o tio da estudante, o encarregado Sebastião Paulo Moreira, 44 anos.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO