Quadrilha suspeita de crimes em Belo Oriente

Wellington Fred


Os adultos foram autuados em flagrante após contradição

BELO ORIENTE - Uma operação da Polícia Militar foi desencadeada ontem para apurar uma onda de assaltos em Belo Oriente nos últimos dias e resultou na prisão de quatro pessoas. O último ataque dos acusados foi no Haras da família Guimarães, na LMG-758, quando levaram várias armas na propriedade rural. Um funcionário do local teria colaborado para dar as coordenadas para dois adolescentes que entraram no Haras e ainda um outro adulto, que deu fuga em seu carro.

Foram presos Adenilson Ferreira Barbosa, o “Nelsin”, de 19 anos, e o vaqueiro Nivaldo Félix de Araújo, de 36, funcionário do Haras, que estava fora da propriedade no momento do assalto, ocorrido na manhã de quarta-feira. Junto com eles, uma garota de 16 e outro adolescente de 17 anos foram apreendidos. O menor entrou no local armado de revólver, enquanto a jovem ficou observando se chegava alguém. Ele rendeu um funcionário, levando uma espingarda calibre 12, um rifle, revólver, três celulares e outros objetos.

A equipe do capitão Charles Clemencius realizou buscas até a localização e prisão dos suspeitos, que inicialmente negaram envolvimento. Em poder de Nelsin, um Gol ano 2007, furtado no Espírito Santo. Uma motocicleta furtada na região foi encontrada ainda com o grupo preso. “Há também assaltos a postos de combustíveis e estabelecimentos comerciais de que eles são suspeitos”, disse o oficial.

Inicialmente, apenas os adolescentes assumiram o crime, inocentando os dois adultos mas, em depoimento na delegacia para a equipe do delegado Élder Chantal, eles caíram em contradição. Os adultos contaram o que fizeram e foram autuados em flagrante por vários crimes, entre eles assalto, formação de quadrilha, corrupção de menores e porte ilegal de arma de fogo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO