Geral

Ronda

A precária cadeia de Coronel Fabriciano passou por uma geral na tarde de terça-feira e que só terminou já na parte da noite. Nas celas, os policiais encontraram chuços, lâminas de serra, além de barra de ferro e facas. Mas o que chamou a atenção foram os chips para celular que estavam na cela 08, três chips da Tim, um chip da Telemig Celular e quatro da Oi, juntamente com um carregador e uma lista com vários números de telefones. A busca foi realizada com apoio do Canil e alunos do Curso Técnico de Segurança Pública do 14ª Batalhão.

ASSALTO I
Na rua Pitangas, no bairro Limoeiro, em Ipatinga, o funcionário público José Carlúcio da Costa, 44 anos, foi atacado por dois homens não identificados. Eles estavam armados com um revólver calibre 38 e mandaram que a vítima jogasse na rua um cordão de ouro e outras jóias avaliadas em R$ 2,5 mil. Os bandidos pegaram o material e fugiram rumo ao bairro Cidade Nobre numa motocicleta Titan, de cor azul, sem placa.

ASSALTO II
A Central de Operações da Polícia Militar (Copom) ficou com a atenção voltada para um assalto ocorrido em Pingo D’água, onde foram levados R$ 2,5 mil em dinheiro e cheques. O assalto aconteceu no posto de combustíveis Boa Sorte, na avenida Juca Maria, no Centro. Antônio Moraes da Silva, 50, foi rendido por um homem no escritório, armado de revólver. Outros dois bandidos ficaram na parte externa dando cobertura e fugiram num Voyage de cor branca em direção ao Vale do Aço. Apesar do cerco realizado pela PM eles não foram encontrados.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO