Discussão acaba em tentativa de homicídio

IPATINGA - Um bate-boca simples acabou se transformando numa tentativa de homicídio na rua Ipê, na localidade de Ipaneminha, zona rural de Ipatinga. Na noite de domingo, o ajudante José Paulo dos Santos, de 32 anos, foi golpeado nas costas com uma tesoura pela doméstica Maria Felício de Souza, de 33. A irmã de José, Cleuza de Jesus Santos, de 54 anos, também estava junto da vítima e escapou de ser baleada por um adolescente de 17 anos.

A discussão aconteceu por volta das 15h, quando José e Maria discutiram. Por volta das 21h, o adolescente ficou irritado ao saber do fato e armou-se com uma faca e uma garrucha calibre 36. Ele saiu à procura de José Paulo para matá-lo e, sem dizer qualquer palavra, disparou um tiro na direção do ajudante, mas errou o alvo. A vítima estava em companhia de Cleuza, que, por pouco, não foi atingida.

Populares e a vítima conseguiram desarmar o adolescente, momento em que surgiu Maria Felício armada com uma tesoura. A mulher atingiu um golpe nas costas do ajudante José Paulo. A PM conseguiu prender os acusados e recolher as armas. O adolescente foi autuado em flagrante e a mulher liberada após prestar depoimento.

Vizinhos
Na rua Macaé, no bairro Chácaras Madalena, uma briga entre vizinhos também quase terminou em morte na tarde de domingo. Sebastião Alves da Cruz, de 32 anos, teria esfaqueado Roberto Marcos de Lima, de 39, por motivos banais, conforme a PM. Os dois bebiam em um bar, quando se desentenderam por motivo fútil.

Sebastião se armou com uma faca de açougueiro e, em seguida, atingiu a vítima com um golpe no lado esquerdo do peito, provocando um corte profundo. Ele fugiu deixando para trás a arma utilizada no crime. A vítima foi socorrida pelo Samu, depois encaminhada ao Hospital Márcio Cunha. Roberto tem passagens por crimes contra a pessoa, contra o patrimônio, contra o costume e prisão em virtude de mandado.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO