Dia de classificação no Campeonato Mineiro de Downhill – Desafio do Ouro

Atletas de vários estados lutam contra o cronômetro em 1.540 metros de descida do Pico Santa Mônica, em Ipatinga

Wôlmer Ezequiel

Sábado foi marcado pela classificação dos atletas que participam da disputa no domingo

A possibilidade de chuva neste domingo (13) é mais um ingrediente de emoção para os pilotos que disputam, em Ipatinga, a etapa final do Campeonato Mineiro de Downhill – Desafio do Ouro.

]A competição conta com apoio da Prefeitura de Ipatinga e tem a chancela da Federação Mineira de Ciclismo (FMC).
Os resultados também serão computados no ranking brasileiro da categoria e, por isso, as disputam atraíram competidores de estados como Santa Catarina, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

O traçado da pista com 1.540 metros de descida, localizada no morro da Torre Santa Mônica, atrás do Shopping do Vale, conta com obstáculos naturais e duas rampas. A maior delas chega a três metros de altura.

“Esse é o momento dos atletas definirem o melhor traçado para fazer a descida no menor tempo possível. Com as chuvas, as condições da pista mudam de uma hora para outra”, explicou Júlio Cesar Alvim, organizador do evento.
Wôlmer Ezequiel


Júlio Alvim, organizador do evento


Treinos

O evento foi aberto com treinos livres na sexta-feira (11) e prosseguiu no sábado (12), com atletas fazendo novamente o reconhecimento da pista e a classificação.

A competição propriamente dita será neste domingo, a partir das 10h. O atleta que fizer o menor tempo na descida será o campeão em sua categoria e leva a medalha.

Júlio Alvim destacou o aumento no número de participantes da prova em Ipatinga neste ano, com 105 atletas inscritos.
Alvim também informou que está em discussão com o Conselho de Defesa de Meio Ambiente (Codema) e Conselho Municipal de Turismo, além de parceiros, um projeto para que sejam feitos investimentos na pista entre o topo do Pico
Santa Mônica e a chegada, atrás do shopping, na entrada da Estrada das Lavadeiras.

“A Lei de Uso e Ocupação do Solo em Ipatinga permite que nessa área aqui sejam feitos apenas empreendimentos para atividades culturais, artísticas e esportivas. Pensamos que há possibilidade de a gente construir aqui o Ipatinga Bike Park. Trabalhamos para viabilizar isso”, concluiu.

Wôlmer Ezequiel

Wôlmer Ezequiel

Wôlmer Ezequiel

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO