Falta de repasses da PMT pode deixar campeonatos indefinidos



Paralisados há três semanas, em razão de a Prefeitura Municipal de Timóteo não ter efetuado o repasse relativo às taxas de arbitragem vencidas, os Campeonatos Acesitanos das categorias amador, juniores e máster correm sério risco de não se encerrarem nesta temporada.

Tudo porque o poder público, além de não ter liberado o dinheiro, não apresentou qualquer previsão à empresa responsável pela quitação dos débitos junto aos árbitros. E sem o pagamento dos atrasados os apitadores se recusam a entrar em campo.

Em razão da falta de datas disponíveis - somente mais seis domingos até o Natal -, e já com a certeza de que nos próximos dias 12 (máster) e 13 (juniores e amador) não haverá rodada, a situação real é de um impasse.

Na categoria juniores, na fase eliminatória das quartas de final, estão previstos os confrontos: Palmeiras x Florestino; São Francisco x Industrial; Cachoeirinha x São Cristóvão e União do Leste x Tubarão. No amador: Palmeiras x Florestino; União do Leste x Vila Nova, São Cristóvão x Tubarão; e São Francisco x Industrial.

No master, a competição foi paralisada na semifinal, cuja previsão de jogos era: Florestino x UAI e Grêmio x Vila Nova.
Outro questionamento de inadimplência da Prefeitura Municipal para com o futebol amador de Timóteo refere-se ao custeio das despesas de manutenção da sede da Liga Acesitana de Desportos (LAD).

Previsto no Plano de Trabalho apresentado e acordado com a PMT, não está sendo cumprido o pagamento de água, energia, provedor de internet e demais despesas de custeio. Da mesma forma, a administração municipal não apresenta solução para a questão, motivo pelo qual a sede da LAD encontra-se abandonada.

Comentários

Sandro Marcos Teixeira dos Santos 11 de Novembro, 2016 | 08:54
ISSO E UMA VERGONHA ESSA VERBA FOI LIBERADA DEUS DO COMEÇO DO ANO , AI EU PERGUNTO SE O PREFEITO TIVESSE GANHADO SERA QUE TINHA PAGO

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO