Encontro de ortopedia alerta contra uso de celular no trânsito

O encontro tem como objetivo engajar os ortopedistas na campanha de conscientização

Reprodução


Utilização de celular ao volante foi a 5ª infração mais incidente em Minas
A Sociedade Brasileira de Trauma Ortopédico (SBTO) promoverá o 48º Congresso Brasileiro de Ortopedia, entre os dias 17 e 19 de novembro, em Belo Horizonte. Com um estande dedicado à campanha “Se dirigir, não digite”, a entidade pretende engajar os médicos ortopedistas como multiplicadores da ação de conscientização para que a mensagem chegue aos pacientes em seus consultórios.

Para chamar a atenção dos especialistas, a SBTO disponibilizará um simulador de direção em seu estande e possibilitará aos médicos a vivência de situações reais, mostrando na prática que o uso do celular ao volante pode causar acidentes fatais.

No Estado, o número de infrações assusta. De acordo com o Relatório de Gestão do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (DETRAN/MG), foram aplicadas 3.137,152 autuações em Minas Gerais no ano de 2015 (em âmbito municipal e estadual). A utilização do celular ao volante ficou em 5º lugar entre as maiores incidências, totalizando 137.119 infrações.

Segundo a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), 80% dos motoristas brasileiros utilizam o celular enquanto dirigem. Conforme estatísticas, o uso do celular ao volante é o principal motivo de distração entre os motoristas e aumenta em 23 vezes as chances de o condutor e os passageiros sofrerem um acidente. De acordo com estudos, 3 segundos é tempo suficiente para provocar um acidente. E este é o tempo que, em média, uma pessoa leva para ler uma mensagem no celular.

Para a ação em Belo Horizonte, a SBTO conta com a parceria do Observatório Nacional de Segurança Viária.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO