09/01/2019 10:19:00

Jovem que bateu moto contra vacas morre no HMC

Vítima se acidentou na estrada nova entre os bairros Caladinho e o SP II na madrugada do último sábado, dia 5 de janeiro



Enviada para o WhatsApp Portal Diário do Aço


A moto que Maxuel pilotava ficou com a frente toda danificada

Após três dias internado em estado grave no Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, morreu na noite desta terça-feira(8) Maxuel Francisco Silva, de 24 anos. Ele havia se acidentado com a moto ao colidir contra duas vacas na avenida Maanaim, estrada de ligação entre os bairros Caladinho do Meio e o Sylvio Pereira II, na madrugada do último sábado (5).

Como noticiou o Diário do Aço, Maxuel pilotava moto Honda XRE 300 pela estrada sentido Caladinho ao SP II. Ele não conseguiu desviar e atingiu duas vacas que estavam soltas pela via. A violência do impacto matou um dos animais na hora e a outra vaca, que ficou ferida e estava agonizado, foi sacrificada.

Uma unidade do Corpo de Bombeiros Militar socorreu o motociclista que estava com vários ferimentos pelo corpo. Ele deu entrada no Hospital Márcio Cunha, onde ficou internado em estado grave, contudo por volta das 21h desta terça-feira ele não resistiu e morreu. A vítima Maxuel morava no bairro Córrego Alto, em Coronel Fabriciano.
MAIS FOTOS
Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Luiza

10 de Janeiro, 2019 | 12:40
Muito triste, um rapaz de bem morto por um acidente que poderia ser evitado se não fosse a irresponsabilidade do dono dos animais, chegou a hora da prefeitura apreender esses animais soltos nas ruas como acontece em várias cidades do país.

Ronaldo

10 de Janeiro, 2019 | 10:51
Da e nisso pe rapado cismar de ser fazendeiro.

Lucas

10 de Janeiro, 2019 | 10:36
Estrada mal feita, mal sinalizada, alias sem sinalização, asfalto ruim e com trechos sem terminar a pavimentação. Como sempre mau uso do dinheiro da população. Serão necessários quantos acidentes para tomarem providências, alguém sabe informar o valor de uma vida ?

Wagner Miranda Martins

10 de Janeiro, 2019 | 09:49
Deus conforte a família a pouco tempo vi um comentário no Facebook relatando esse poblema mas infelizmente mais uma vez aconteceu espero que administração da nossa cidade coerrigiam essa falha pq e triste perder vidas em acidentes que poderiam ser evitados deus conforte a família do rapaz.

Federal

10 de Janeiro, 2019 | 07:21
O trecho da estrada é rural e local de trânsito de animais. O animal deveria saber que era perigoso passar ali. Prudencia sempre.

Tudo2

09 de Janeiro, 2019 | 21:53
Vai em paz Guerreiro ' . Altos bailes q curtiam ctlgd !! Tmj 👍 Cria não morre, Cria Vira LENDA 🎼⚘

Estamos de Olho Fabri

09 de Janeiro, 2019 | 20:08
Inicialmente, meu abraço fraterno de condolências para os familiares do jovem, vítima do acidente de trânsito. Que Deus os console.
Acidente o nome já indica, é algo fora da normalidade, algo inesperado.
O acidente de transito pode ter sido provocado por imprudência do motorista.
Mas algumas negligências da administração pública podem ser causa da ocorrência do acidente. Dentre elas, ausência de sinalização e iluminação adequada nas vias públicas.
Outro fator que também predispõe acidente de trânsito, são animais soltos pelas vias públicas. Sabemos que é impossível termos fiscais em todas as ruas por 24 horas. Mas, na atual administração de Fabriciano, aquela mudança que bateu em sua porta, a presença de animais nas ruas está muito frequente e em todas as horas do dia. Espera-se que não ocorram outros acidentes de trânsito provocados por animais soltos nas ruas de Fabriciano. Fica a preocupação.

Triste

09 de Janeiro, 2019 | 17:50
A família está sofrendo muito.

......

09 de Janeiro, 2019 | 17:03
Não sei se. O dono dos animais apareceram para depor sobre fato mais vejo ele todos dia sentado na porta da casa dele .....

Anonimo

09 de Janeiro, 2019 | 14:56
Triste noticia!

Todos os dias pela manhã vejo um senhor tocando os animais nessa estrada citada na reportagem.

Absurdo

09 de Janeiro, 2019 | 13:56
Todos os dias quando vou trabalhar e utilizo esse percurso me deparo com o sono tocando esses animais pela rua do bairro.

É fácil localiza-lo e punir. Tem sido comum acidentes com esses animais e o dono é um só.

Sabonete

09 de Janeiro, 2019 | 13:22
MUITO TRISTE ESSA NOTICIA...! EU PENSAVA QUE O MAXUEL IRIA SUPERAR ESSE DESAFIO EM SUA VIDA....RESTA AGORA PROCURAR SABER QUE É O DONO DOS ANIMAIS PARA ELE SE RESPONSABILIZAR PELO OCORRIDO...

Fã do Sabonete

09 de Janeiro, 2019 | 12:04
Só aguardando o comentário do saudoso Sabonete.
Já faço das palavras dele as minhas.
Envie o seu Comentário