07/12/2018 07:00:00

Mais de 2.700 eleitores justificaram o voto na Comarca de Ipatinga

Para os que se ausentaram no segundo turno, o prazo vai até 27 de dezembro



Wôlmer Ezequiel


Aqueles que não justificaram a ausência na cabine de votação poderão pagar multa

O prazo para justificar a ausência no primeiro turno das eleições deste ano, realizado no dia 7 de outubro, foi encerrado nesta quinta-feira (6). Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aqueles que não votaram ou ainda não justificaram a ausência precisam regularizar sua situação eleitoral.

Conforme apurado junto ao Cartório Eleitoral de Ipatinga, que abriga as Zona Eleitorais 130ª, 131ª e 348ª, desde o dia 30 de outubro até quinta-feira (6), houve uma média de 120 de eleitores por dia que justificou, presencialmente, a ausência no primeiro turno das eleições. Com base nesse dado, mais de 2.700 eleitores dos municípios de Ipatinga, Santana do Paraíso, Bugre e Ipaba compareceram ao cartório eleitoral durante o prazo para a justificativa.

Consequências
O TSE alertou que a não regularização da situação com a Justiça Eleitoral acarreta multa (por cada turno). O valor é definido pelo juiz eleitoral da região e varia de R$ 3,5 a R$ 35,10. O eleitor faltoso também pode sofrer outras sanções, como impedimento para obter passaporte ou carteira de identidade para receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público.

Segundo turno
Para os que se ausentaram no segundo turno, o prazo vai até 27 de dezembro. A justificativa pode ser feita mediante o preenchimento de um requerimento disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral, que deve ser entregue pessoalmente em qualquer cartório eleitoral ou enviado por via postal ao juiz da zona eleitoral na qual é inscrito. Além do formulário, o eleitor deve entregar documentação que comprove a impossibilidade de comparecimento na votação.

Internet
Pela internet, o eleitor pode justificar a ausência usando o Sistema Justifica nas páginas do TSE ou dos tribunais regionais. No formulário online, o eleitor deve informar seus dados pessoais, declarar o motivo da ausência e anexar comprovante do impedimento para votar.

O requerimento de justificativa gerará um código de protocolo que permite ao eleitor acompanhar o processo até a decisão final do juiz da zona eleitoral. A justificativa aceita será registrada no histórico do eleitor no Cadastro Eleitoral.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário