04/12/2018 16:42:00

Comerciante é assaltada em comércio, no bairro Alphaville

Assaltante armado pediu dinheiro e levou dez maços de cigarros de palha



Uma comerciante foi vítima do novo assalto, em Timóteo, nessa segunda-feira (3). O roubo foi registrado na rua Luiz Gonzaga, bairro Alphaville.

Uma comerciante, de 60 anos, informou que estava no caixa do estabelecimento comercial, uma mercearia, quando foi rendida por um assaltante que aparentava ter em torno de 17 anos. Com uma faca na mão, o bandido exigiu o dinheiro do caixa. Tomou R$ 50 reais e ainda dez maços de cigarro de palha.

Em seguida, o assaltante fugiu sentido a quadra de esporte do bairro, sem ser localizado pela polícia. A vítima informou que já foi assaltada outras vezes e que o assaltante pode ser o mesmo de outro assalto.

Policiais vasculharam as ruas e colheram imagens das câmeras de vídeo. O suspeito de envolvimento no crime ainda é procurado.

Pedestre é assaltado na avenida Tancredo Neves

Já em Coronel Fabriciano um adolescente de 16 anos informou que transitava pela avenida Tancredo Neves, Vila São Francisco, quando foi abordado por dois criminosos. Um deles lhe segurou pelo ombro, simulou estar armado, ponto a mão sob a camisa e anunciou o famoso “perdeu, perdeu”, exigindo o celular.

Depois de pegar o celular que a vítima levava em uma das mãos, os criminosos fugiram sentido ao bairro Morada do Vale.

Policiais Militares foram acionados e, nas buscas, identificou um dos envolvidos, um indivíduo de 18 anos, que já tem várias passagens pela polícia, por causa de delitos diversos.

Outro envolvido não ataque ainda tem as características analisadas. A polícia acredita que uma adolescente também estava nas proximidades e deu cobertura ao roubo.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Comédia

05 de Dezembro, 2018 | 07:33
O caso não é de rir, até pq só quem sofreu um assalto sabe dizer o trauma q fica na vítima! Mas o q me impressiona é o banco de imagens q existem nos celulares dos PM c tantos marginais q eles prendem e q voltam as ruas p cometerem os mesmos crimes! Será q nós celulares dos juízes tb tem este banco de imagens?
Envie o seu Comentário