22/11/2018 11:17:00

Bandidos armados sequestram gerente roubam na agência do Sicoob em Ipatinga

Bando organizado praticou em Ipatinga crime semelhante ao registrado recentemente em Timóteo; gerente grávida foi liberada sem ferimentos




A polícia de Ipatinga está mobilizada desde a manhã dessa quinta-feira (22), para apurar um roubo praticado contra a agência do Sicoob, no bairro Horto, em Ipatinga.

Nos mesmos moldes de um ataque recente, em Timóteo, criminosos sequestraram e mantiveram como refém o marido de uma funcionária do banco de cooperativa de crédito. A vítima está grávida e foi liberada sem ferimentos.

Em entrevista ao Diário do Aço, o capitão da Polícia Militar, Linndhon Johnson, explicou que a casa das vítimas, em Coronel Fabriciano, foi invadida na noite de quarta-feira (21). Até o momento, sabe-se que foram três pessoas que participaram do crime, entre elas, dois homens e uma mulher, porém, há chances de ter mais pessoas envolvidas no ataque.

O oficial informou que às 7h da manhã dessa quinta-feira (22), os bandidos levaram a mulher para a agência bancária, no bairro Horto, em Ipatinga. O deslocamento foi feito no próprio carro da vítima, um Ford Fiesta.

Os criminosos mantiveram um fone com microfone ligado com a vítima e avisaram para que a mulher entrasse e recolhesse dinheiro para lhes entregar. O microfone era para coibir que ela avisasse à polícia, pois o marido estava mantido como refém, em Coronel Fabriciano, e poderia ser morto.

No banco, a gerente conseguiu informar aos funcionários que estava sendo vítima de extorsão e precisava retirar uma determinada quantia de dinheiro do cofre, valor ainda não revelado pela instituição bancária. Em seguida, a mulher entregou o dinheiro para os criminosos, que fugiram no carro dela.

Na fuga, os bandidos ainda passaram na residência do casal, em Coronel Fabriciano, e levaram o marido da vítima, que foi mantido como refém por um dos criminosos, enquanto os comparsas iam com a gerente a Ipatinga.

Após o roubo, a polícia militar foi acionada e iniciou as investigações. Já às 11h, o marido da vítima foi solto pelos criminosos na zona rural de Cocais dos Arruda, em Coronel Fabriciano.

O caso ainda é apurado pela polícia. Acredita-se que os criminosos sejam de outra região. Entretanto, há semelhança entre o ataque feito com o sequestro da gerente do Sicoob em Timóteo, no mês de setembro passado e o ataque dessa quinta-feira, em Ipatinga. Outro ataque parecido foi praticado numa agência do Sicoob em Santa Rita de Minas, próximo a Caratinga. Não está descartada a atuação de uma mesma quadrilha.

Já publicado:
Polícia procura quadrilha que atacou no Sicoob em Timóteo


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

João Indignado

22 de Novembro, 2018 | 18:48
Se conseguir pegar os envolvidos é chamar a bala do trinta no pe do ouvido. Quero ver roubar novamente

Caveira

22 de Novembro, 2018 | 18:09
A única forma de solucionar e na base da bala. A maioria desses crimes são cometidos por jovens, uma turma que teoricamente seria o futuro do país mas como não investiram em educação e geração de emprego este é o resultado. Agora, tem que meter bala nesses bandidos sem piedade. Se prender não adianta, pois o judiciário deste país só protegem os bandidos. Então, para não correr este risco é só eliminando essa raça para sonharmos com dias melhores.

Hanz Muler

22 de Novembro, 2018 | 16:32
Tem que sumir com essa moçada. Isso é pela impunidade que opera em nosso pais. SE voce esta de refem e der um espirro os caras te matam. Tem que acabar com esse tipo de gente.

Magna

22 de Novembro, 2018 | 15:15
Infelizmente o mundo estar desse jeito só Jesus pra nos guardar.

Henrique

22 de Novembro, 2018 | 13:50
É preciso mesmo dar um jeito nisso. Dar um jeito pra que empregos sejam criados, o que não houve com a reforma trabalhista, é preciso também investir em educação e infraestrutura pra população carente. Esses bandidos de hoje que assaltaram e sequestraram pessoas no horto provavelmente não tem mais recuperação, mas temos que pensar nos futuros, em evitar que pessoas se tornem bandidas...

Jaime

22 de Novembro, 2018 | 13:11
Esses bandidos sabem que e facil praticar roubo demorar pegalos e quando pega ta tem dinheiro suficiente pra sair da cadeia.

Mineiro da Gema

22 de Novembro, 2018 | 11:33
O que a sociedade precisa pra dar um jeito nisso? Está claro que a coisa está completamente fora de controle. Não dá pra tratar essa gente com humanidade. O povo de bem precisa usar de todas as ferramentas disponíveis pra lidar com esse problema.
Envie o seu Comentário