09/11/2018 06:37:00

Dnit recebe projeto executivo das obras na ponte velha

O engenheiro também ressaltou que o projeto executivo contém tudo acerca da obra



Wôlmer Ezequiel/Arquivo DA


Assim que o projeto executivo for aprovado, a Vereda Engenharia poderá iniciar os trabalhos na ponte

O processo de reforma da ponte velha sobre o rio Piracicaba, entre os municípios de Coronel Fabriciano e Timóteo, deu mais um passo recentemente. A empresa responsável pelas obras, Vereda Engenharia Ltda., entregou o projeto executivo para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), que agora será analisado.
Procurada pelo Diário do Aço nessa quinta-feira (8), a assessoria de comunicação do Dnit confirmou, por meio de nota, que recebeu os projetos executivos há dez dias e que a proposta se encontram em fase de análise para posterior parecer.

Em entrevista, o engenheiro responsável pelas obras, José Mário Martins da Costa, afirmou que um projeto executivo costuma demorar cerca de 30 dias para ser analisado pelo Dnit. “Além disso, o projeto pode ser aprovado parcialmente, ou seja, não precisa aprovar tudo de uma vez. Com isso, as obras podem começar aos poucos, mas agora temos que aguardar o parecer do Dnit”, informou.

Informações essenciais

O engenheiro também ressaltou que o projeto executivo contém tudo acerca da obra. “Tem todas as etapas, materiais que serão necessários, quanto tempo vamos precisar e outras informações essenciais”, destacou.
Conforme José Mário, assim que o projeto for aprovado pelo Dnit as obras na ponte velha podem ser iniciadas, mas, por enquanto, não existe um tempo exato de quanto tempo irão durar os trabalhos. “Essa obra deve demorar cerca de um ano. Além disso, será preciso cerca de 30 trabalhadores nas obras da ponte. Mas a empresa já tem tudo pronto para iniciar o serviço assim que o projeto for aprovado”.

Período de chuva

José Mário ainda ressaltou que mesmo durante o período de chuva é possível fazer alguns trabalhos para adiantar o serviço. ”Dentro do rio, realmente não tem como fazer algo, como mexer na sustentação da ponte, por exemplo. Mas fora da água tem como ir fazendo alguns serviços, enquanto não acaba o período de chuva”, explicou o engenheiro.

Contrato

O contrato, orçado em R$ 8.429.998 para reconstrução da ponte entre Coronel Fabriciano e Timóteo, inclui a elaboração do projeto final e execução de todos os serviços para a ponte ficar pronta, funcionando e ser entregue à população. Entre as obras, destacam-se demolição, drenagem, pavimentação, sinalização, proteção ambiental e obras complementares.

O prazo total do contrato do empreendimento é 540 dias (18 meses). Os seis primeiros meses (180 dias) devem ser dedicados à elaboração e entrega dos projetos básico e executivo, e os demais 360 dias para execução das obras. A parte da coleta de materiais e sondagens do terreno já foi feita pela empresa em maio deste ano. Já em setembro, o Dnit informou que o projeto básico já havia sido entregue e aprovado, restando apenas o projeto executivo.
Em julho deste ano, o diretor da Vereda Engenharia, Gilberto Siqueira, informou ao Diário do Aço que a maior probabilidade é de que seja construída "uma ponte em volta da velha para reforçar a estrutura".

Licitação

Após a desclassificação da empresa R.R. Fenix Tecnologia em Serviços Ltda., no dia 8 de janeiro, a empresa que ficou em segundo lugar no processo licitatório do Edital 481/2017, Vereda Engenharia Ltda, assumiu as obras da reforma da ponte velha.

A segunda colocada apresentou seu lance no dia 21 de dezembro de 2017 no valor de R$ 8,43 milhões, mas reduziu sua proposta para R$ 8.429.998 no dia 8 de janeiro. Desde então, a empresa vem trabalhando nesse processo da reforma da ponte velha.

Mais:

Projetos da Ponte Velha estão dentro do prazo, informa DNIT
DNIT assina contrato para a recuperação da Ponte Velha


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

William

09 de Novembro, 2018 | 22:27
essa conversa ,esse enrolo,mais nossos impostos eles metem a mao .cretinos.

Uelton Souza

09 de Novembro, 2018 | 13:00
Esse prefeito de coronel fabriciano é mais um papudo, essa ponte foi mecanismo de campanha dele,kd o projeto metalmecanico que ele prometeu que a usiminas mecânica faria? Elefante branco isso aí !

Eleitora

09 de Novembro, 2018 | 10:26
Gente! Esta ponte vai cair antes desta novela de reforma, acho q eu mesma vou lá c uma marreta e demolir está velharia, antes q seja tombada como patrimônio histórico do Brasil, e não poça ser demolida.

Ronaldo

09 de Novembro, 2018 | 10:12
Ganhou a licitacao por ter reduzido dois reais? Zema neles.

Ze da Ponte

09 de Novembro, 2018 | 08:29
Só anotem

Ponte irá ficar interditada mais tempo do q está planejado.
Abraços.
Envie o seu Comentário