04/11/2018 07:27:00

Uruguai: 3 destinos imperdíveis para descanso e reflexão

A pé ou em bicicleta a paz e segurança do país deixarão saudades e um gostinho de quero mais



Divulgação


O turismo de bem-estar tem ganhado mais adeptos anualmente

Chegando fim de ano e a vontade de reavaliar, olhar, mudar e colocar em ação novas atitudes de vida ficam ainda mais latentes. O que fazer? De que forma? E onde fazê-lo? No Uruguai, país ao qual o Brasil está literalmente colado, existem cantos que são uma excelente aposta para esse estilo de viagem, algo mais “relax”, que revigora e dá vontade de ficar.

O turismo de bem-estar tem ganhado mais adeptos anualmente. Segundo a Global Wellness Summit, essa categoria de destino se expande 50% mais rápido que a indústria global do turismo. Esse turismo traz consigo algumas tendências como a culinária saudável, diferentes experiencias gastronômicas, passeios por trilhas no meio da natureza, meditação, ioga, termas e eco parques são algumas delas.

A dois quilômetros da cidade de Trinidad, no departamento de Flores, nasce o primeiro Ecoparque do Uruguai, na reserva ecológica Dr. Rodolfo Tálice. Um espaço de lazer e educação de 75 hectares, criado para comemorar a coexistência harmoniosa entre as pessoas e a natureza. Na reserva habitam 1.500 animais de 120 espécies, dois safáris de ônibus elétricos, circuito de carro para crianças, circuito de pedalinho no lago artificial do lado da ilha dos macacos, sala audiovisual, praça de alimentação e lojas são as muitas ofertas para estar em pleno contato com a natureza.

No departamento de Lavalleja está o Centro de Budismo Tibetano Vajrayana. Localizado no ponto mais alto da Serra das Ánimas é um lugar único que faz parte do conjunto de templos budistas da América Latina. Realizam seus ensinamentos em espanhol. O edifício conta com 6 andares que começaram a ser construídos em 2000 e onde se distribuem diversos salões de meditação, quartos para os seguidores e um andar para o lama residente.

Construído no estilo butanês oriental e tibetano com pedras locais, abençoadas uma por uma com um mantra, os apartamentos dos residentes contam com banheiros compartilhados, e quartos muito confortáveis e aconchegantes. Também estão os quartos destinados aos “golands”, pessoas que decidem fazer um retiro de anos, meses e/ou semanas sem ver nem ser vistos por ninguém.

As Termas de Almirón, localizadas em Paysandú, possuem origem marinha e são as únicas de água salgada existentes na região

O templo oferece diferentes cursos para todas as pessoas que queiram participar, assim como retiros espirituais com diferentes finalidades ou queiram apenas viajar. Para todos estes programas é necessário entrar em contato por e-mail e solicitar a visita. Não adianta chegar de surpresa, pois os portões são fechados.

As Termas de Almirón, localizadas em Paysandú, possuem origem marinha e são as únicas de água salgada existentes na região, possuindo importantes propriedades curativas e de relax. O complexo termal Almirón é rodeado de uma paisagem de colinas onduladas, pequenos bosques destinados à prática do ecoturismo e riachos para aproveitar da pesca ou do turismo aventura.

Hospedagem em cabanas, ou hotéis, campings com churrasqueiras, e quadras de futebol e paragens, completam os serviços para desfrutar totalmente dessas termas que contam com cinco piscinas de diferentes profundidades no parque inteiro, duas delas cobertas e uma de água fria. Aqui existem diversas opções de hospedagens.

Além das dicas acima, para aqueles que curtem pedalar a pratica do esporte é bem frequente por lá, já que o país em sua maioria é plano ou ondulado, tem gente que cruza de Cabo Polônio a Colônia Del Sacramento em Bike. Aqui uma dica que não tem erro, pedalar por uma das queridinhas do país: Carmelo. A cidade parou no tempo e tem grande potencial para boas pedaladas entre vinícolas e cidade.

A pé ou em bicicleta a paz e segurança do país deixarão saudades e um gostinho de quero mais.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário