31/10/2018 18:00:00

Preso em Timóteo homem afirma que matou ex-aluno da Apae por engano

Os policiais militares estavam no encalço de Breno, que estava desaparecido desde a descoberta do crime



Divulgação


Breno Caetano, à esquerda, afirma que matou Marcos Vinicus por engano

A Polícia Militar prendeu na tarde desta quarta-feira (31), Breno Caetano Pinto, 39 anos, acusado de matar a pauladas, Marcos Vinícius Rodrigues Silva, de 24 anos, curiosamente, ambos fazem aniversário no mesmo dia, 15 de agosto. O crime foi descoberto na manhã de terça-feira, assim que populares encontraram o corpo da vítima caído na margem do ribeirão Timóteo, na avenida Acesita, bairro Nossa Senhora das Graças.

Os policiais militares estavam no encalço de Breno, desaparecido desde a descoberta do crime. Na casa dele, nas proximidades do ribeirão, a perícia constatou marcas de sangue, o que levou os policiais militares a acreditar que o morador da residência poderia estar envolvido no homicídio.

Aos policiais militares os familiares alegaram que Marcos saiu de casa, no bairro Bela Vista, com destino a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) por volta das 19h de segunda-feira. Contudo, o jovem não apareceu mais e só foi encontrado morto no outro dia, na margem do ribeirão com várias marcas de pauladas. O crime teve grande repercussão em Timóteo. A Apae divulgou nota oficial informando que o ex-aluno recebia atendimentos clínicos na entidade.

Buscas

Com a suspeição do crime, os PMs passaram a procuraram Breno em várias casas em Timóteo e em Ipatinga e, na tarde dessa quarta-feira, ele foi abordado no bairro Timirim após fugir de motocicleta em uma tentativa de abordagem, pela manhã. À tarde o foragido acabou cercado. A equipe do tenente Agostinho e cabo Pedrosa deram voz de prisão a Breno, que foi encontrado a pé, por volta das 13h.

O até então suspeito confessou o crime, segundo apurou o Diário do Aço. Ele alegou que conhece Marcos e não tinha nenhum problema com a vítima. Porém, o jovem apareceu na casa dele à noite e, como estava escuro, não o identificou em um primeiro momento. O autor alegou que está ameaçado de morte, por isso procurou algo para se defender de uma possível agressão da pessoa que chegava sem se identificar.

Breno afirma que se armou com um pedaço de madeira e atacou a golpes o invasor assim que passou pela porta da casa. Ele só reconheceu a vítima quando ela agonizava caída ao chão. Com medo, Breno conta que arrastou o jovem Marcos até a margem do ribeirão, nos fundos do lote do imóvel, lavou as marcas de sangue deixadas nas paredes e chão da casa durante as pauladas e depois fugiu. Breno foi encaminhado na tarde de quarta-feira para a delegacia de Polícia Civil onde seria ouvido. O resultado da oitiva não tinha sido divulgado até o fechamento dessa edição.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Gilberto dos Reis Vidal

01 de Novembro, 2018 | 17:56
" COM ESTE ARGUMENTO DE QUE MATOU ENGANADO , QUER APOSTAR QUE NAO FICA PRESO ? BOM ARGUMENTO , .....VAGABUNDO...."

Observador

01 de Novembro, 2018 | 17:25
Deus tem poder,a potestade das trevas esta nervosa,ansiosa,manifestando-se cada dia mais,sinais que o dia do Senhor Jesus se aproxima,em que os dicípulos de Jesus serão arrebatados e,os que descansam no Senhor,ressucitarão.Pai nosso do céu,atenta-nos para nos prepararmos mais e mais,por tua graça,em nome de Jesus.

Jose Ferreira

01 de Novembro, 2018 | 07:34
Não fica 5 anos na cadeia

Agente Doidão

01 de Novembro, 2018 | 00:26
Foi TODDY otário a casa caiu corvade ainda esta rindo na foto preso matou o menino e pq tava era loucao essa história de ameaça não COLA

Do Bem

31 de Outubro, 2018 | 21:46
As leis em um caso desses já era pra ter mudado a muito tempo, não tem q esperar para o ano qvem não.

Valquiria S.moura

31 de Outubro, 2018 | 20:30
Que tristeza meu Deus.

Laryssa

31 de Outubro, 2018 | 19:58
O povo realmente esqueceu o que é amor,esse mundo que nos vivemos esta dando nojo.

Leydi

31 de Outubro, 2018 | 19:36
Espero que este ser tão desprezível..
Apodreça na cadeia..
Fazer um mal a uma pessoa tão inocente..
Ele merece prisão perpétua..
Este ser infeliz..

Estou bastante triste ..pela família deste jovem ..que Deus conforte o coração deles..pois perderam um ente dessa forma ..nesta brutalidade..

Fêfê

31 de Outubro, 2018 | 18:27
Espero que ele apodreça na cadeia, gente assim tem que pagar pelo que fez e nunca mais ser solto. Pessoas de bem não merece conviver com isso, tenho esperança que as coisas mudem partir do ano que vem e tenha leis mais severas para esses vagabundos. Profundamente triste pela família.
Envie o seu Comentário