16/09/2018 14:48:00

PM prende líderes de igreja por causa de som alto, no Vila Celeste

A reclamação do excesso de barulho veio de uma das moradoras da rua, que trabalha de turno e precisava descansar



Google


Barulho de igreja na rua Canarinho incomodou vizinhança e líderes acabaram presos
Um casal de pastores foi detido e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil, por se recusar a abaixar o som da igreja, na rua Canarinho, no bairro Vila Celeste, no início da noite de sábado (15). Mesmo após a ordem da Polícia Militar em diminuir o volume, os líderes da igreja Luz do Mundo não quiseram diminuir o som e acabaram conduzidos pela PM.

A reclamação do excesso de barulho veio de uma das moradoras da rua, que trabalha de turno e precisava descansar. Os militares foram até à igreja, na qual foram recebidos por Ellen Arycia da Silva Guilherme que informou ser pastora e responsável pela a igreja.

Segundo informações da Polícia Militar, ela se negou a abaixar o som com a alegação de seus direitos de culto. Em seguida, o também pastor da igreja, José Carlos Guilherme veio até os policiais e também desobedeceu a ordem e pediu que o algemasse. O pastor afirmou que tinha autorização para fazer o evento. Logo em seguida, de acordo com a PM, Ellen se dirigiu ao microfone do templo e disse: “vocês deveriam prender bandidos. Os policiais estão impedindo de fazer o culto, viu gente, olha isso”.

Em entrevista por telefone, nessa segunda-feira, a pastora Ellen contou ao Diário do Aço como a confusão foi iniciada. “Estávamos em culto especial de sete horas de oração, ano passado fizemos este evento e não deu problema. Por volta das 16h30, a vizinha reclamante entrou na igreja e gritou conosco por causa do barulho, que estava em um volume normal. Fui atrás dela, porém ela fechou o portão da casa na minha cara. Mais tarde, aproximadamente às 19h30, a PM chegou com cinco viaturas e motos. Eles também entraram a igreja e gritaram conosco mandando abaixar o som”, disse Ellen.

A líder religiosa também afirmou ao DA que não desacatou os policiais e que desligou por completo o som. “O som, que estava em volume normal, foi abaixado. Mas, os policiais insistiram e desligamos o som, eles apreenderam os equipamentos. Neste instante, os fiéis começaram a cantar. Os policiais pediram para calar os membros da igreja e que encerrássemos o culto. Fiquei nervosa, entrei no templo, sem microfone, e falei ‘vamos parar de cantar porque a Polícia não quer que oremos mais”, afirmou a pastora.

Após o registro do boletim de ocorrência, os autores foram conduzidos a Delegacia de Polícia Civil, bem como apreendido uma mesa de controle de som marca Yamaha. O delegado regional da PC, Thiago Alves Henriques informou ao Diário do Aço que o casal foi enquadrado na contravenção penal de perturbação do sossego. Os dois foram ouvidos, liberados e deverão comparecer à audiência no Fórum da Comarca de Ipatinga.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Rogério Costa

07 de Outubro, 2018 | 08:35
Se o ruído ultrapassa a unidade geradora, além de desrespeito, é crime.
Não se trata de perseguição religiosa, a lei deve ser aplicada à todos.
Parabéns à Polícia Militar que teve coragem para fazer o que é certo.

Deus abençoe o Brasil.

Elton Tavares

06 de Outubro, 2018 | 13:40
Cansei de pedir a polícia pra mandar o pessoal de um bar que abriu perto da minha casa por vários meses, em vão.
A polícia ía lá (quando ía) e quando aviatura virava a esquina eles aumentavam o som de novo. Ligava de novo pra polícia e não iam lá de volta ou quando iam acontecia a mesma coisa. eu tinha recém-nascido em casa e mesmo assim nada se resolvia. Sofri com isso em dois endereços que morei aqui em Ipatinga.

Em uma ocasião a policial que me atendeu no 190 disse que o pessoal do bar também tinha diretio de curtir a noite após eu mencionar a "lei do silêncio" que fala sobre os decibéis permitidos em cada horário noite a dentro.

Concorto que muitas igrejas passam do limite e estão erradas mas percebo uma discriminação e falta de respeito com os evangélicos.
Se fosse em alguma igreja católica nada aconteceria por exemplo. Só os crentes são vigiados e condenados.

Moro perto do kartódromo elá tem show direto que entra pela madrugada adentro com som altíssimo, ligo pra polícia e não adianta nada.

Esse erro já começa na prefeitura que libera espaços públicos para som alto até tarde.
Basta algum empresário do entretenimento comprar alguém dentro da prefeitura pra liberar a baderna às custas do sono dos outros, assim transgredindo a lei.

Assis

03 de Outubro, 2018 | 09:48
Você deveria ter ouvido a vizinha no momento que ela pediu. PM só fez seu trabalho. Lê a lei de Contravenção Penal, denominada " Perturbação de Sossego" que vc vai entender. É uma ação pública condicionada, ou seja se houve uma reclamante, a Polícia tem que agir pra cessar a Perturbação. Pra vc entender melhor, se uma vítima aciona a PM por ter sido furtada algo simples seu, a Polícia não pode chegar no local e deixar de tomar providências se por exemplo o bandido devolver a coisa. No seu caso pastora, apartir do momento que tomou conhecimento de que estava pertubando alguém seja com farra, com culto, deveria ter cessado essa ação, pois é o que está previsto na lei de Perturbação, Depois dá uma olhadinha na lei que vai ver que se o Policial deixar de tomar providências, vai estar cometendo prevaricação que pode ler tbm pra vc entender.

Gilsandra Aparecida Almeida Izidoro

19 de Setembro, 2018 | 11:25
Se tivesse respeito ao próximo nada disso tinha acontecido, ele falou que a pessoa estava com capeta no corpo por isso que ela estava lá , que era para continua o culto, É um falta de respeito, independentemente de religião Deus é só, igreja não salva miguem e sim a humildade, caráter, Amor próximo

Márcio Moreira de Sousa

19 de Setembro, 2018 | 11:10
SE PREOCUPEM NÃO!!! EM BREVE ESTE POVO BARULHENTO VAI DESAPARECER ( TESSALONICENSES 4,17) BENDITO O DEUS DE ISRAEL !!!

Cidadão Honesto

18 de Setembro, 2018 | 12:58
Cade o meu comentário? Será que foi censurado porque fiz uma critica falando a verdade?

Do Esperança

18 de Setembro, 2018 | 11:32
Eu quero saber é que dia que a policia vai fazer um patrulhamento desses na praça do Esperança, que todo domingo, as 15 horas tem um senhor totalmente sem noção liga sua caixa de som no máximo e realiza um culto na praça. Isso é permitido? Se a lei obriga os templos a vedarem os ruídos emitidos, o que fazer com alguém que resolve dominar o espaço público e ao ar livre pra ficar incomodando as pessoas? Se não tem um local pra isso, que alugue um, e faça isso no local apropriado.

Curto e Franco

18 de Setembro, 2018 | 11:30
ta faltando agora e a policia da um basta nesses trensinhos que circulao pela cidade com som muito alto tambem.

Joao

18 de Setembro, 2018 | 11:11
pra fazer como paulo e silas e as prisões se abrirem tem que está com intimidade com Deus, vida plena em santidade UMA IGREJA QUE PREGA RENUNCIA,PREGA MUDANÇA DE VIDA ELA NUNCA SERÁ ABALADA!! O CERTO ERA:
NÃO DISCUTIR COM AS AUTORIDADES FICA NO SILENCIO JESUS QUEBRAVA OS GRILHOES!
FICA CRENTE!
SE FOSSE OBRA DO INIMIGO ISSO! VCS JÁ ESTAVAM DESCLASSIFICADOS POIS QD INIMIGO LEVANTA NÃO PODEMOS REVINDICAR E SIM ORAR, VCS PARTIRAM PRA CIMA ,MESMO SE A RAZÃO FOSSE SUAS OBEDECIAM !
QUE DEUS ENTRAVA EM AÇÃO!
O SENHOR PELEJARÁ POR VOZ E VOZ CALAREIS!

Blits

18 de Setembro, 2018 | 10:35
agora sei quem é esse pessoal os cultos deles são mudanos mesmo, uma zuerada, parece casa de show,
se fosse um culto de oração mesmo, a oração e tao poderosa que não em comoda ninguém a oração abençoa.
srs pastores seja luz do mundo, uma igreja seria que cultua a Deus e vive na palavra ! pregue salvação e vida transformada! esse acontecimento e pra vcs verem que as coisas de Deus não é pra brincar ! o nome da sua igreja diz tudo "luz do mundo" ASSIM SEJA!

Levita

18 de Setembro, 2018 | 09:53
pastora ellen, vcs poderiam sim ter evitado isso!
se a vizinha procurou vcs explicou que trabalha de turno e que precisaria descansar vcs como de frente teriam que ser vigilantes, na hora baixar o som.
tudo é com ordem e descenCia e jesus operaria muito mais, sou assembleia creio nos mistérios de DEUS .
FALO VERDADE Não precisa de muita coisa pra jesus operar .
temos oração de 19hs as 21hs e te falo é uma benção tudo sobre o controle.




!!

Sossego

18 de Setembro, 2018 | 07:55
Serve para os dois lados.
sou sub-sindico no nosso prédio de 10 aptos. no bairro cidade nobre e na madrugada de sábado 0:30 fui solicitado pelos demais moradores que chamasse a policia para que a lei do sossego fosse aplicada .observe o horário 0:30.
a policia atendeu prontamente e registrou a ocorrência.
trata-se de um bar que ate esta hora fazia musica ao vivo .um desrespeito.
mas obedeceram prontamente a ordem da policia , não precisaram ficar de vitimas.
evidentemente que mover ação judicial contra o bar pode ser uma alternativa , pois o som em frente ao prédio a propagação sobe perturbando ainda mais os andares mais altos.Mas acreditamos que não usarão o nome de Deus para justificar a contravenção. e também são famílias que frequentam o bar , acreditamos que isso não sera necessário.
o desrespeito a lei poderá culminar no fechamento da igreja , depois vão ficar falando de perseguição .
quanto ao numero de viaturas e motos , sendo buteco ou igreja estão certo em ter uma proporção razoável dependendo do numero de pessoas envolvidas.
no caso do bar aqui citado tinha pessoas bebendo ha varias horas e foi empenhado somente uma viatura e não terminou em delegacia.
Um pouco de culpa nisso tem a prefeitura de Ipatinga (sem politica mesmo porque nem sei quem acabou com a patrulha)que não dispõe de fiscalização como a extinta patrulha do sossego.que com aparelho próprio fiscalizava e multava os infratores.
Bar ou igreja não pode sobrepor o direito do sossego.

Ellen

18 de Setembro, 2018 | 00:04
Agradeço ao jornal que por sua vez deu a nossa versão do que realmente aconteceu,aos que estão criticando sobre não sabermos sobre lei o senhor polícia que se dirigiu a nós disse que os 65db simplesmente não vale de nada apenas para multa se necessário pela prefeitura,disse ainda que pode está a 10db se estiver perturbando alguém a lei dos 65 n vale,a quem disse que é um absurdo a igreja ter som entenda que só a nossa voz pra eles era encomodo e não a vizinha não tentou um diálogo conosco porque certamente teríamos ouvido,sim temos vizinhas senhoras de idade uma de 81anos outra de 76anos se o som estava encomodando elas, certamente que não elas estavam orando junto conosco,para quem quer saber o som não estava acima de 65 db ,enfim que Deus nos guarde,guarde cada igreja seja católica,seja evangélica seja qual for a placa,nos não lutamos por placa de igreja e sim pelo reino de Deus, continuaremos adorando ao Senhor seja com som sem som apenas com voz e palmas ninguém pode calar um verdadeiro adorador Deus é fiel

Verdadeiro

17 de Setembro, 2018 | 20:47
Olha gente se a reportagem quer a verdade é só pro curar os vizinhos da igreja ae sim não é só um q vai falar e muitos só quem mora ale perto que sabe o que passa os polícias conversaram bastante com eles mais eles se acha os dono da Razão

Jorge Luis.

17 de Setembro, 2018 | 18:00
"MUITO EM BREVE VAI SAIR UMA NOTICIA DE UM POVO QUE DESAPARECEU..
ERA UM POVO MUITO HUMILDE QUE AQUI MUITO SOFREU..AQUELE POVO ERA O POVO DE DEUS.
.MUITOS VÃO PERGUNTAR ,ONDE ESTA AQUELE POVO BARULHENTO,,,ONDE ESTA QUE NÃO SE VÊ NENHUM IRMÃO
E É NESSE MOMENTO QUE ALGUEM COM VOZ DE LAMENTO VAI RESPONDER AQUELE POVO FOI-SE EMBORA PRA SIÃO.LEMBREM-SE DISSO....ONDE ESTA AQUELE POVO BARULHENTO ONDE ESTA QUE NÃO SE VÊ NENHUM IRMÃO..

Jose Carlos

17 de Setembro, 2018 | 17:58
Moro a 28 anos no bairro Veneza II, cerca de 90 dias inaugurou uma Igreja Pentecostal que tem seu altar paralelo minha residência, na hora o culto fica quase impossível permanecer dentro da minha casa, em qualquer ambiente, fiz uma reclamação na própria Igreja, o Pastor me procurou, tivemos uma conversa saudável e o mesmo ficou de adequar o som ambiente. Os cultos são realizados 3 vezes por semana até as 22 horas e ainda tem os dias de ensaios. Espero chegar a um consenso pois eu também faço parte do Povo de Deus.

Realidade

17 de Setembro, 2018 | 12:17
Não sou contra a nem uma religiao, pois Jesus e unico e vem para todos que o busca, o que nao concordo e com a falta de respeito para com que trabalha de turno e não somente pois temos pessoas idosas que precisam de cuidados por perto,só deixarem uma reflexao para todos.
"Antes, santifiquem Cristo como Senhor em seu coração. Estejam sempre preparados para responder a qualquer pessoa que pedir a razão da esperança que há em vocês. Contudo, façam isso com mansidão e respeito, conservando boa consciência, de forma que os que falam maldosamente contra o bom procedimento de vocês, porque estão em Cristo, fiquem envergonhados de suas calúnias".
1 Pedro 3:15-16

Larriissa

17 de Setembro, 2018 | 11:08
Cara pastora Ellen barraqueira que acha que jesus e surdo ! Faça a sua igreja no meio do mato ja que gosta de grita fazer seus escândalos pq lá vcs vão poder gritar avontade sem perturbar ninguém ja que não tem decência de fazer o culto na cidade e respeitar o ouvido do próximo ... Vai pro mato

Agnostico

17 de Setembro, 2018 | 10:03
Jesus, respondendo, disse-lhes: “Ide e contai a João o que estais ouvindo e vendo: Os cegos enxergam, os mancos caminham, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e as Boas Novas estão sendo pregadas aos pobres. E, abençoado é aquele que não se escandaliza por minha causa”.

Infelizmente muitos "adoradores" se esquecem desse trecho da bíblia.

Comédia 22

17 de Setembro, 2018 | 09:54
Afff.... "A PM não tem decibelimetro" , o nosso governador não repassa dinheiro nem p gasolina! Mas se o som ultrapassa a calçada da fonte de ruído, logicamente q o volume está bem maus acima de 65 db, e aposto q estava todo o quarteirão ouvindo a gritaria! Tem uns APPS q pode ser baixado de um androide q chega a resultados bem fieis do decibelimetro!

Dias

17 de Setembro, 2018 | 09:18
Muito triste o que aconteceu, o DIALOGO continua sendo melhor . O trabalho das igrejas geralmente é ate 21:00, no máximo 21:30, não acontece todos os dias, portanto é compreensível, mas vivemos os últimos tempos, o demônio está solto, destruindo famílias, e tudo que agrada a ele é permitido, ninguém reclama,ainda pagam pelo serviço demoníaco, a Rede Globo por exemplo com suas novelas.JESUS não é surdo, o barulho do servo de DEUS é devido a presença dele, nos alegramos.Não existe algazarra maior do que o carnaval , e é permitido, é dia e noite e aí???Para aqueles que pensam que a vida é aqui, saiba que estamos de férias neste mundo, a ETERNIDADE nos espera depois da morte no CÉU ou no INFERNO, e para chegar ao céu é SÓ JESUS.

Ronaldo

17 de Setembro, 2018 | 09:05
E a primeira vez que vejo palavra de Deus comparado com putaria. Se a intencao era se defender, piorou mais ainda.

Leoncio Simoes

17 de Setembro, 2018 | 08:59
O brasil e uma merda a lei do silencio nao e respeitada, baile funk,bares,igreija tudo fazem barulhos alem do permitido.
I tbm os vededores de carros que nao pagam pra
Deixarem seus carros estacionados nas ruas rolando espacos.
Nos paises serios agencias de carros tem estacionamentos .

Ze Leite

17 de Setembro, 2018 | 08:03
Olha ta tendo mais igreja que buteco graças a Deus ...

Mad Max

17 de Setembro, 2018 | 07:34
SE OS POLICIAIS NÃO TIVEREM MEDIDO O VOLUME DO SOM COM UM DECIBELÍMETRO ATESTANDO O VOLUME ACIMA DO PERMITIDO E COM ASSINATURA DE TESTEMUNHAS NADA ACONTECERÁ AOS DIRIGENTES DA IGREJA E PODERÃO OS POLICIAIS ATÉ SEREM PROCESSADOS.

Luizao

17 de Setembro, 2018 | 05:51
tomara que isso vire uma tendência, pois as igrejas estão alastrando e não tem fiscalização nenhuma, um som alto e uma gritaria e muitas vezes a policia não toma atitude.

O Rappa

17 de Setembro, 2018 | 01:56
Esses crentes acham q a gente é obrigada à ouvir essa gritaria que eles arrumam.
DEUS NÃO É SURDO!

Cidadã

17 de Setembro, 2018 | 01:08
A ação da PM não cabe discutir, foram chamados pra fazer valer a Lei, pois a mesma tem q ser respeitada tanto em um ambiente sujo e pecaminoso como tb em uma igreja! O q quero dizer aki é dentro do assunto tb! Que este fato sirva de exemplo p os cristãos fiéis q são massacrados por causa de vizinhos barulhentos c seus funks em último volume, botecos, carros, etc... mas q não chama a polícia nesses casos e ainda não apoia os vizinhos q são prejudicados por som alto! Pois os mundanos são mais unidos, sempre tomam partidos, vejam o tanto de comentários, aposto se fosse um boteco, a maioria não iria comentar a reportagem, q foi bem elaborada pois mostrou o despreparo dos líderes de igrejas qdo o assunto é Lei do sossego , gente são 65 db, e aposto q estavam a 200 db, então coloquem revestimento acústico e pronto, Deus proverá como proveu p os pastores e muitos membros a trocar de carro quase todo ano!

Matheus Lacerda

17 de Setembro, 2018 | 00:31
Isso mesmo, parabéns ao policial!!! Ninguém é obrigado.

Wallace Garcia

16 de Setembro, 2018 | 23:19
Infelizmente existem alguns que acham que o Senhor é surdo, que ignoram o básico da convivência em sociedade e acabam dando um péssimo exemplo, trazendo escárnio ao nome santo de Jesus Cristo.
Moro no Vila Celeste do outro lado do vale desta citada igreja e tem vezes que o som fica tão alto que as janelas do meu apartamento vibram.
Pior é ver que esse tipo de pessoas querem se comparar a outros que estão no mundo para se justificar.
Dêem o testemunho e tenham bom senso, o Senhor não é criador de confusão.

Carvalho

16 de Setembro, 2018 | 21:57
O direito de alguem termina quando comeca o de outro, respeitar o proximo acima de tudo, amar o proximo assim como fala na biblia, seja bar , festa ne praça, carro de propaganda, ou igreja , tem q respeitar o proximo, se seja com palmas ou gritos estavam atrapalhando os vizinhos, esta de fato deferindo o direito de alguem, muitas pessoas trabalham e horario de turno , ou ha criancas rescem nascidas, ou tem idosos em sua residencia , alem de tudo ha horario para tal barulho seja feito, observando os limites impostos por lei, nunca e demais respeitar uns aos outros.

Arthur

16 de Setembro, 2018 | 21:52
As igrejas e templos religiosos de qualquer religião devem ter bom senso, não sei como foi a abordagem policial mas na persistência de algo incômodo alguma intervenção é necessária... porém a polícia deve ter a mesma agilidade com qualquer baderneiro de plantão, como festas de jovens e carro de som adoidado por aí....

Vanessa

16 de Setembro, 2018 | 19:43
Cara pastora, a polícia não pode mandar que parem o culto. Nossa Constituição Federal é clara quanto a esse direito. A polícia estaria contra a lei caso isso ocorresse. No entanto, você deve se atentar ao bom senso e não ficar se vitimizando em nome do Senhor. As pessoas não trabalham em turnos exaustivos por diversão. É uma necessidade. Se vocês tivessem acatado a ordem e somente diminuído o volume do som, você mesmos teriam evitado o constragimento maior de terem sido conduzidos pela polícia e serem citados na internet por tal fato. Deus é serenidade, humildade, parem de fazer escândalos em nome de Deus.

Rodrigo Ferreira

16 de Setembro, 2018 | 19:14
Engraçado que festas em quadra e praças independente do som não incomoda ninguém.
Si incomoda nunca vi ninguém sendo preso, e olha que já fui inúmeras vezes.
?????????????????

Espedito

16 de Setembro, 2018 | 19:03
Sou evangélico, e pelo seus comentários me admira muito que tenha sido consagrada a pastora. Peço desculpas pelos leitores pelo seu linguajar impróprio

Espedito

16 de Setembro, 2018 | 18:52
Sou evangélico, e pelo seus comentários me admira muito que tenha sido consagrada a pastora. Peço desculpas pelos leitores pelo seu linguajar impróprio

Allan

16 de Setembro, 2018 | 18:50
Como nunca pensei nisso, moro perto de uma igreja, vou chamar a polícia quendo o sino tocar

Joaquim Furbino Costa

16 de Setembro, 2018 | 18:40
ESSE POVO PENTECOSTAL ADORA FAZER BARULHO EM SUAS IGREJAS. GOSTARIA DE UMA EXPLICAÇÃO: O DEUS QUE ESSE POVO SEGUE É SURDO? SE TIVER ALGUM MEMBRO DEFICIENTE AUDITIVO SERÁ QUE ELE VAI PRA O INFERNO POR NÃO ESCUTAR A GRITARIA?

Oliveira

16 de Setembro, 2018 | 18:25
Parabéns pelo bom trabalho feito pela Polícia Militar de Ipatinga! Brasil é um estado laico e por mais que cada pessoa tenha o direito de manifestar sua fé, não se deve ultrapassar o direito de outras pessoas de terem o seu merecido descanso. Creio que para adorar Deus não precisa de barulho de som, gritaria, palmas e coisas do tipo. Uma oração feita de forma silenciosa pode ter um efeito maior do que essa barulheira toda que algumas igrejas fazem.

Takayama

16 de Setembro, 2018 | 17:43
Na minha opinião o templo do senhor ou igreja. Deve-se manter o volume e horário .pois a igreja do senhor não e bagunça .tais como som alto gritaria em esseço .tanbem casa do senhor não e teatro não e casa de dança . Casa do senhor e lular de buscar a face de Deus de glorificar e adorar com louvores . A casa do senhor deve se manter a ordem e descencia e comunhão

Wagner

16 de Setembro, 2018 | 17:19
Vi que a pastora se retratou nos comentários. Independente de qualquer coisa... dê a César o que é de César e dê a Deus o que é de Deus! O que Deus nos pede não é ódio e ignorância mas que sejamos mansos e humildes de coração! Quem planta merda, colhe bosta! Sugiro que nossos líderes religiosos deixem de ser os antigos doutores das leis que pregavam o certo mas faziam o errado! Jesus os chamava de hipócritas... tenho certeza que nesse caso, se tivessem praticado a empatia de amar o próximo como a si mesmo; teriam agido com respeito a mulher que precisava descansar para trabalhar e os policiais. E nada disso viraria notícia!

Elizabete Lage

16 de Setembro, 2018 | 17:08
Não precisa gritar tanto Deus não é surdo e os vizinhos tem que descansar tbm, e algumas igrejas não respeitam isso .......então só polícia mesmo

Elizabete Lage

16 de Setembro, 2018 | 17:06
Não precisa gritar tanto Deus não é surdo e os vizinhos tem que descansar tbm, e algumas igrejas não respeitam isso .......então só polícia mesmo

Verdade

16 de Setembro, 2018 | 17:01
E pq só vcs q pode fazer barulho pq os outros não pode dencasa pq ele e do capeta pq pediu para abaixa o som eu vou a sabe da verdade

Samuel

16 de Setembro, 2018 | 17:00
Parabéns a polícia. A lei existe para ser cumprida. Infelizmente certas igrejas deveriam ser fechada. Falta de respeito.

Ellen

16 de Setembro, 2018 | 15:49
Primeiramente gostaria que vcs dessem a reportagem direito pois de fato não diz tudo o que certamente aconteceu,eu não sou promotora de eventos e sim pastora, não me dirigir ao microfone da igreja pois em tal circunstância o som já havia sido desligado, não nos recusamos a desligar o som pois o mesmo já havia sido desligado nos recusamos parar de orar,disse : "vamos parar o nosso culto pois a polícia quer nos deter de adorar,por isso o Brasil tá o lixo que tá,pq putaria na rua não recolhe som mas igreja adorando com palma e voz não pode",sim fiquei indignada com tal situação pois a polícia fez um show na porta da igreja tendo umas 4viaturas e motos de polícia por todo canto,se a polícia entender o que a igreja pode fazer com o poder da oração não nos mandava calar, espero que mudem essa reportagem e digam a verdade,procure nos aqui na igreja rua canarinho 452vila Celeste
Envie o seu Comentário