11/09/2018 13:52:00

35% dos brasileiros não pagam as contas em dia

Reinaldo Domingos *




Uma pesquisa da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), mostra que 35% dos brasileiros afirmam que a renda é insuficiente para pagar as contas em dia. Além disso, 46% disseram que não falta, mas também não sobra dinheiro com a renda que possuem e apenas 13% dizem estar com as contas no azul, sobrando para as compras ou investimentos.

O levantamento revelou ainda que dois em cada 10 consumidores tiveram o acesso ao crédito negado nas compras a prazo no mês de julho, sendo a falta de comprovação de renda e recursos insuficientes os principais motivos. Esses números refletem o fato de a maioria dos brasileiros viverem dentro de um padrão de vida acima daquele que o orçamento lhes permite.

As pessoas precisam mudar a forma de pensar o orçamento mensal. Em vez de esperar ou tentar fazer com que sobre dinheiro, devem resgatar aquilo que realmente desejam em sua vida, seus sonhos e metas pessoais e familiares, e poupar para isso dinheiro em primeiro lugar. Não é uma questão de números ou de incrementar a renda, e sim de ter novos hábitos, mais conscientes. Há momentos que a melhor saída é dar alguns passos para trás, analisar as finanças e verificar qual é o real padrão de vida em que está vivendo atualmente.

Logo que receber retire a quantia mensal necessária para a realização dos sonhos, colocando o montante na melhor opção de investimento de acordo com o prazo. Ou seja, ao invés de fazer sobrar, é preciso poupar para o que realmente importa, antes de gastar.

Entre os hábitos que corroem as despesas listamos, a falta de planejamento na hora de gastar. Faça uma planilha mensal com as despesas fixas e os pequenos gastos semanais. Avalie mensalmente e comece a eliminar - ou reduzir - despesas. Evite a compra por impulsos se perguntando: "Isso é essencial?", "Se não comprar isso, o que ocorrerá?". Peça descontos em tudo o que for pagar, principalmente à vista. Evite linhas de crédito e junte primeiro, compre depois.

* Presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin)



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário