30/08/2018 07:59:00

Duplas executam jovem de 23 anos com vários tiros em Timóteo

Assassinos foram vistos fugindo em duas motocicletas logo após disparar vários tiros contra a vítima durante a madrugada no Centro-sul



Reprodução


Vinícius apresentava 11 perfurações de tiros de entrada e saída pelo corpo

Vinícius dos Reis Lima, de 23 anos, foi assassinado com vários disparos de arma de fogo, na madrugada desta quinta-feira (30), na rua Ouro Preto, no bairro Centro-Sul, em Timóteo. Os quatro autores foram vistos fugindo, logo após os tiros, em duas motocicletas rumo ao bairro São José, como apurou o Diário do Aço.

A namorada da vítima relatou que por volta das 2h, Vinícius chegou com um hambúrguer e passou o lanche para a jovem que entrou em casa. Ele permaneceu do lado de fora, sentado em uma escada próxima da rua. Após alguns minutos, ela escutou vários tiros e ao verificar, viu duas motocicletas em alta velocidade.

A jovem foi acudir o namorado, que agonizava, e acionou o socorro do Corpo de Bombeiros Militar e também a Polícia Militar. Contudo, diante dos ferimentos, Vinícius não resistiu aos vários tiros sofridos e morreu antes de ser resgatado do local.

A área do crime foi preservada para o trabalho do perito da Polícia Civil, constatando 11 perfurações provocadas por tiros no corpo da vítima, entre entrada e saídas de projéteis, dentre os quais um tiro na cabeça, quatro no tórax, cinco no braço esquerdo e ainda um no braço direito. O corpo do rapaz foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga para ser necropsiado.

A namorada da vítima informou aos policiais que não sabe quem poderia ter sido os autores e nem a motivação do crime, já que desconhece alguma desavença do namorado com alguém, mas o jovem assassinado tem um relacionamento anterior conturbado.

A testemunha também informou que Vinícius era usuário de maconha, mas também não sabe se há alguma ligação do vício com o homicídio.
Divulgação CBMMG


O crime foi registrado por volta de 2h, nesse trecho da rua Ouro Preto, no bairro Centro-Sul

Quatro estão na lista da PM como suspeitos

Três suspeitos de envolvimento com o crime foram detidos ainda na quinta-feira e um quarto suspeito foi identificado pela Polícia Militar e é procurado.

As equipes comandadas pelo tenente Agostinho realizaram várias buscas e conseguiram informações dos suspeitos, que foram localizados em uma casa a rua Professor Savernini, no bairro São José. Na residência foram detidos M.I.L., de 25, C.S.N., de 25, e M.F.V., de 24 anos, apontados como os autores do crime.

Os policiais apreenderam na casa de M.I., uma motocicleta Yamaha Fazer 150, um dos veículos que teriam sido utilizados no crime. Os policiais prenderam ainda K.A.S., que assumiu ser a pessoa que cultiva um pé de maconha em um lote ao lado, além de ser os donos das 16 cápsulas utilizadas para armazenar cocaína apreendidas neste mesmo terreno.

Ao Diário do Aço, o tenente Agostinho informou que já há a suspeita da quarta pessoa envolvida no crime, por enquanto não foi encontrado. “A motivação da morte de Vinícius seria a cobrança de uma dívida de drogas”, revelou o oficial que participou da operação para a prisão dos suspeitos.

Antes de serem encaminhados para a delegacia de Polícia Civil, o Diário do Aço tentou ouvir os conduzidos suspeitos de envolvimento direto no homicídio. Apenas M.I.L. topou falar. Ele disse, em poucas palavras, que não teve participação no assassinato e que vai provar a sua inocência. O caso foi encaminhado para o delegado da Polícia Civil, Jorge Caldeira.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Luciana Cristina Nestor Martins

31 de Agosto, 2018 | 12:40
Nós não devemos julgar ninguém quem pode julgar só Deus cuidado com que fala quem telhado de vidro não joga pedra

Vulgo Fuinha

31 de Agosto, 2018 | 07:44
Vai na fé irmão fica com deus eu sei q um dia eu vo ti encontra valew menor espera eu chegar

Leidsonia

30 de Agosto, 2018 | 20:12
Tantos comentários idiotas meu Deus quem não tem pecado que atire a primeira pedra... Elso vc foi mto infeliz no seu comentário ele era trabalhador sim ele trabalhava na LOMAE cada um tem seu defeito o dele era o vício nas drogas cada um tem seu defeito ou vc é perfeito? Meus sentimentos a família. Que Deus lhes dê o conforto para o coração de todos da família. Só uma sugestão quem não tem nada pra fala engula Deus venenos... Não jogue pedra no telhado do vizinho pq o seu telhado é de vidro tbm ok...

Profeta

30 de Agosto, 2018 | 10:56
Me diga com quem andas e direi que direi quem tu és! Q Deus conforte está jovem e os familiares do jovem assassinado.

Elson

30 de Agosto, 2018 | 09:25
Mais um trabalhador inocente, sendo morto! rs

Lucia Paiva

30 de Agosto, 2018 | 09:24
A namorada diz que ele é usuário de maconha, mas não sabe qual o motivo do crime! É muita inocência pra uma pessoa. Alguém acredita que ela também não seja usuária, e sabe exatamente quem sejam os autores?
Envie o seu Comentário