25/08/2018 07:28:00

Briga em bar termina em homicídio em Timóteo

Maurício Martins de Brito, de 54 anos, foi preso em flagrante por matar a facadas Adenísio Vieira dos Santos, de 56, na frente de várias pessoas durante uma briga



Divulgação + álbum pessoal


Adenísio, não resistiu a ferimentos por golpes de faca e morreu

Um homicídio foi registrado por volta de 2h da madrugada desse sábado, na avenida Vinte, bairro Olaria. Conforme testemunhas relataram à Polícia Militar, Maurício Martins de Brito, de 54 anos, matou a facadas Adenísio Vieira dos Santos, de 56.

O Diário do Aço apurou que a polícia foi acionada com a denúncia de uma briga generalizada em frente a um bar. Quando policiais chegaram ao local indicado foram informados que houve uma morte e que o autor do crime tentava fugir em um Hyundai Elantra.

O carro foi cercado e policiais determinaram que o ocupante descesse do veículo com as mãos para cima. Maurício foi preso e algemado. No assoalho do carro foi apreendida a faca usada para matar Adenísio Vieira dos Santos .

Testemunhas disseram que houve a briga e Maurício, em determinado momento avisou para Adenísio que iria buscar uma arma para acertar as contas.
Álbum pessoal


Maurício Brito foi preso em flagrante ainda na cena do crime


Momentos depois voltou com uma faca na mão e retomou a discussão com Adenísio, que apesar de alertado das intenções do desafeto, permaneceu no local.

Um terceiro envolvido tentou evitar que Maurício esfaqueasse Adenísio, usando para isso uma cadeira, porém sem sucesso para evitar que fossem desferidos os golpes na vítima.

Atingido, Adenísio correu para o interior do bar e Maurício correu para o carro, momento em que chegavam os policiais militares.

Adenisio Vieira chegou a ser socorrido com vida e encaminhado ao Hospital São Camilo em uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros Militar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Conhecidos dos dois homens afirmam que essa não foi a primeira briga entre eles. Em outras ocasiões o autor e a vítima tiveram discussões no mesmo bar, fato confirmado pelo gerentes do estabelecimento. A causa do desentendimento entre os dois, entretanto, não foi informada.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Diego Silva

28 de Agosto, 2018 | 17:47
Tá bom, cidadã! Vamos então esperar a próxima morte. Nessa você já apareceu muito. rs

Cidadã

28 de Agosto, 2018 | 12:36
Foco? Acho q o Elison não acompanha as notícias do país! Onde 60.000 pessoas são assassinadas por ano... e muitos por motivos fúteis, e por covardia, como no caso de milhares de mulheres!

Elson

28 de Agosto, 2018 | 11:28
Pronto! Agora vem a cidadã, mudar o foco da reportagem. Doida pra aparecer.

Cidadã

27 de Agosto, 2018 | 08:50
Não sei pq o Antonio ficou estressadinho! Será q ele faz parte desses covardes q gostam de bater em mulher? O Brasil sim tem q ser mais rígido c os apenados! Pois aki no Brasil eles estão até candidatando a Presidente!

Henrique

27 de Agosto, 2018 | 07:25
É por causa desse tipo de gente de bem que mata, que é preciso ter cuidado ao se proferir sentenças em redes sociais. Qualquer um que não conhece julgará errado o homem que matou, e pelos comentários aqui, era um homem de bem.

Todos, TODOS, infelizmente, podem vir a tirar a vida de outrem.

João Damasceno .

26 de Agosto, 2018 | 19:37
Eu fico observando o ser humano e fico imaginando o que leva uma pessoa a tirar a vida do outro assim :A pessoa a que me refiro é um cidadão de bem ,,não um bandido porque o bandido não tem mãe e não tem amor nem a própria vida.Vou deixar uma dica aqui pra voce que tem estopim curto e que é uma pessoa sei lá ,como se diz não carrega desaforo ,,não compensa perder a liberdade ,perder a paz com DEUS e consigo mesmo ..presta atenção MAURICIO um cara bom..que ao inves de curtir a vida preferiu perder a liberdade ,,e outra coisa mesmo que a justiça não o mantenha preso ele vai sempre dizer....hoje estou livre das grades mais preso pela consciência por matar um conhecido por motivos que talvez sejam banais.portanto meu prezado amigo se acaso lhe acontecer de alguem te desacatar por qualquer motivo que seja ,não faça jamais como MAURICIO matar um pobre infeliz seja lá porque for.

Diego Silva

26 de Agosto, 2018 | 18:40
Conheço muito o Maurício. Pessoa do bem, cara íntegro! Uma pena que estragou a vida dele e da família, por causa de um sujeito que não valia nada.

Priscila Ed Roger

26 de Agosto, 2018 | 01:09
Quem fica preso é quem morre. Este Maurício se tiver emprego fixo, residência e sem antecedentes criminais, irá sair ou já deve ter saído pela porta da frente da delegacia e reponderá em liberdade o processo. Além disso se for condenado, não fica 5 anos na cadeia.

Antonio

25 de Agosto, 2018 | 22:32
Guilherme, o que tem a ver a morte da sua treta com essa morte aqui? Por favor, se expresse melhor. O Denísio era treta sua? Será isso? Mistério....

Antonio

25 de Agosto, 2018 | 21:16
Guilherme. Já pensou em ir embora? Acho que deve procurar um país, onde as leis sejam de acordo com sua vontade. Vai! Compre sua passagem e boa viagem...

Diego Silva

25 de Agosto, 2018 | 20:43
Uma pena, foi o Maurício ter ido na pilha do Adenísio e feito essa loucura. Todos que conhecem os dois sabem muito bem que o Adenísio é um sujeito mau caráter. E até no fim de sua vida, teve de estragar a vida de outra pessoa. Uma pena mesmo que o Maurício se deixou levar por provocações que acabaram complicando sua vida. Quanto ao Adenísio, podem ter certeza que muitos estão rindo por se livrarem desse peso.

Guilherme

25 de Agosto, 2018 | 13:39
As pessoas estão resolvendo suas desavenças tirando a vida das outras porque não se sentem ameaçadas pela justiça. Vivemos num país sem lei, um cara desses não fica 2 anos na cadeia, um tal de Treta matou uma mulher a pauladas num domingo de manha tomou 18 anos não cumpriu nem 3 e esta por aí vivendo sua vidinha de homicida tranquilamente... to de saco cheio com esse país... pra mim deveria ser Código de Hamurabi...
Envie o seu Comentário