12/08/2018 11:16:00

Conservação da Biodiversidade

Resultados do Monitoramento da Fauna evidenciam a alta qualidade ambiental das áreas da Cenibra



Divulgação/ACS Cenibra

A Cenibra desenvolve uma diversidade de ações para monitorar parâmetros ambientais que sirvam como indicadores de qualidade para avaliar e acompanhar as suas atividades operacionais. Os programas de monitoramento de água, solo, fauna e flora são sempre desenvolvidos em parceria com universidades e organizações não governamentais.

Os resultados obtidos são considerados no planejamento das atividades operacionais, bem como na definição de estratégias de conservação e proteção do patrimônio natural da empresa, composto por mais de 103 mil hectares de matas nativas. Esta área é povoada por uma rica fauna silvestre (confira as fotos) e conta com inúmeros lagos e diferentes tipos de cursos d’água.

Divulgação/ACS Cenibra

Os estudos que nortearam esse monitoramento da fauna em áreas da Cenibra tiveram início em 2003. A partir de 2005, esses estudos preliminares tiveram continuidade com um monitoramento sistematizado cujo objetivo é identificar e caracterizar a fauna de aves e mamíferos presentes nas áreas da empresa.

Os trabalhos são desenvolvidos por meio de estudos realizados por amostragens em campo, abrangendo cinco regiões operacionais da Cenibra tidas como mais representativas e indicadoras: Belo Oriente, Ipaba, Cocais, Santa Bárbara e Sabinópolis.

Divulgação/ACS Cenibra

Até o momento, foram identificadas 371 espécies de aves e 41 de mamíferos de médio e grande porte presentes nas áreas de atuação da Cenibra. Desses totais, 25 espécies de aves e 12 de mamíferos constam em listas oficiais de espécies ameaçadas de extinção. Os estudos mostram ainda uma composição de espécies predominantemente de hábito florestal, o que comprova a alta qualidade ambiental das áreas sob controle da empresa.

Os resultados evidenciam a importância da correta silvicultura do eucalipto para a manutenção da biodiversidade. Além dos aspectos positivos relacionados à conservação do solo e da água, as áreas cultivadas com o eucalipto funcionam como corredores de conectividade entre remanescentes de vegetação nativa existentes na região, permitindo a interação e o fluxo entre as espécies da fauna.

Divulgação/ACS Cenibra

Como reconhecimento de que de fato trabalha dentro dos mais altos padrões internacionais de excelência, a Cenibra é certificada de acordo com as normas ISO 9001 / ISO 14001 / ISO IEC 17.025 e possui as certificações do Forest Stewardship Council (FSC) e do Programa Nacional de Certificação Florestal (CERFLOR / PEFC). O FSC (internacional) e o CERFLOR (nacional) são organizações independentes, compostas por representantes dos setores ambiental, econômico e social, e que estabelecem os princípios e critérios de manejo florestal sustentável.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário