14/07/2018 10:23:00

Pai é acusado de tentar matar filha de três meses em Belo Oriente

Violenta agressão foi descoberta durante atendimento médico em hospital de Ipatinga



Reprodução


Bruno Alves encontra-se preso, à disposição da Justiça

Os policiais civis da Delegacia de Belo Oriente realizaram a prisão em flagrante de Bruno Alves do Nascimento, 31 anos. Ele é acusado de agredir violentamente a própria filha, um bebê de três meses, causando várias fraturas no corpo do bebê. A motivação da agressão, segundo o próprio acusado, era para descontar a "raiva que estava da amásia", mãe da menina e usuária de drogas ilícitas.

As investigações tiveram início após assistentes sociais do Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, terem entrado em contato com conselheiras tutelares de Perpétuo Socorro. As conselheiras foram informadas que o neném, de apenas três meses de idade, havia sofrido violento espancamento e estava gravemente ferida, como apurou o Diário do Aço com a Polícia Civil.

A criança deu entrada no hospital com diagnóstico inicial de engasgamento, como apontou Bruno ao levar a filha para atendimento médico. Contudo, durante exames clínicos, se constatou lesões graves como fratura de cinco ossos das costelas, fratura de crânio, suspeita de hemorragia craniana, ferimentos no nariz e no queixo (hematoma) e lesão importante de assadura.

Durante diligências iniciais, a Policia Militar conduziu a mãe da criança, contudo, após investigações por parte dos policiais civis comandados pelo delegado Gustavo Cecílio, concluiu-se haver indícios de que o autor das agressões, na verdade, se tratava do pai da menina.

Os Policiais Civis então realizaram diligências e localizaram Bruno, que foi preso e confessou a agressão. Ele disse que agiu por sentir raiva de sua amásia que é usuária de crack. Em um momento de nervosismo, o acusado descontou a raiva na criança, mas se disse arrependido.

Bruno foi atuado em flagrante por tentativa de homicídio, com o agravante de feminicídio. Ele está recolhido na cadeia da Comarca de Açucena. A criança permanece internada no Hospital Marcio Cunha, em Ipatinga, em estado grave. Além do delegado Gustavo, participaram das investigações Cleuzer Duque, Romero Fortunato e Marcelo Costa.

Após a divulgação da notícia da prisão de Bruno, nas redes sociais, várias pessoas comentando que a agressão não teria sido praticada pelo Bruno. Elas apontam que a mãe da criança pode ter sido a autora do crime e que o acusado estaria “segurando o BO”. Os comentários isentam o pai, que não teria coragem de praticar tal ato contra a própria filha. A situação está em investigação por parte da Polícia Civil.

Pica-pau
Na sexta-feira, equipe de policiais civis de Belo Oriente realizou a prisão de Éricles Lopes Valério, o “Pica-pau”, acusado de oferecer suborno para os policiais. Ele foi preso após ameaçar seu cunhado e sua sobrinha em uma praça na área central da cidade.

Após ser conduzido para a delegacia e durante a lavratura do Auto de Prisão em Flagrante, Éricles teria oferecido para a equipe da PC a quantia de R$ 3 mil para que os mesmos o liberassem. Ele acabou recebendo mais um flagrante.

Além do crime de ameaça, nos termos da Lei Maria da Penha, Éricles vai responder por corrupção ativa, por tenta subornar funcionário público a deixar de praticar ato de ofício. Ele foi encaminhado à cadeia de Açucena, onde aguardará a decisão judicial.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Vanda

25 de Julho, 2018 | 22:07
O pai e inocente. Ele está segurando o BO todo ele faz de tudo pros seus filhos ninguem sabe a história pra sair julgado quando saber a verdade vai ficar até mesmo com vergonha das palavras escritas sobre ele.Acredite quem quizer, a menina já esta em casa bricando comendo esta feliz

Sabonete

16 de Julho, 2018 | 08:08
NÃO EXISTEM INOCENTE NESSA HISTÓRIA....A NÃO SER A CRIANÇA ESPANCADA.....A MÃE É UMA DESAJUSTADA....NOIADA....DROGADA....IRRESPONSÁVEL.....E O PAI É OUTRO....IRRESPONSÁVEL....CONIVENTE COM A SITUAÇÃO.....SOMANDO A ISSO A PROLIFERAÇÃO...PARINDO IGUAL RATO....SE NÃO TEM CONDIÇÕES DE CRIAR....SE É NOIADA...PRA QUE PARIR...??

Acmmg

15 de Julho, 2018 | 18:13
A vdd e essa Cecília, ele ta segurando o BO pq ela ja tem uma vasta fica na polícia,ela e usuária de drogas o outro filho ja foi moras com a avô em Vitória é outra ela já ta vendendo as coisas de dentro de casa pra noiar infelizmente não posso fazer nada pois não conheço a mãe dele nem parente pra poder avisa Los.pois ele é uma pessoa humilde e simples e vivia pedindo a ela pra abandonar as drogas ela sumia 3 4 até 5 dias e ele a aceitava novamente em sua casa.

Cecilia

14 de Julho, 2018 | 20:02
Nao entendi o pq de pessoas ligando e isentando o pai do crime.Qual o motivo dele segurar o B.O da amasia? Gostaria de entender,Mas se ele estiver segurando B.O da amasia, a PC e muito inteligente.Isso é fichinha para ser descoberto.

Assustado

14 de Julho, 2018 | 13:36
Diante da situação desse pai que espancou violentamente a criança,estou sem palavras,sem saber o que dizer,simplesmente sei que tudo isso são sinais do fim.Deus,misericórdia. :-(

Contra Vagabundos

14 de Julho, 2018 | 11:57
safado vagabundo
Envie o seu Comentário