12/07/2018 14:42:00

Copa do Brasil

Aurélio Caixeta



O Cruzeiro está focado no jogo de volta contra o Atlético Paranaense, pela Copa do Brasil, e que vai acontecer na segunda-feira (16), às 20h, no Mineirão. Como o time azul venceu na casa do adversário por 2 x 1, um simples empate o classifica para as quartas de final da competição, que é das mais atraentes devido a premiação milionária.  Na volta do Brasileirão 2018, na quarta-feira (18), às 19h, teremos um clássico mineiro: Cruzeiro x América, no Mineirão.

FUTEBOL NA AAPI
Continua bem disputado o 25º Torneio Integração de Futebol Soçaite dos associados da AAPI. A tradicional competição faz parte das comemorações da 27ª Semana do Aposentado da entidade, que será realizada no Clube dos Pioneiros, de 17 a 22 de setembro próximo. 

O torneio traz movimento às dependências do clube nas manhãs de terças e sextas-feiras, com a realização de três jogos entre as 18 equipes inscritas, sendo 10 da Série “B” e oito da “A”.

Como a prática regular do esporte traz mais saúde e qualidade de vida, temos associados de idade avançada e beirando os 80 anos, como são os casos de Zé Pretinho, Toné Marinho e Toninho Coelho, dentre outros. No futuro, agora contando com o ingresso de associados mais jovens (Associado Premium), uma nova realidade poderá levar à promoção de torneios separando atletas por faixas etárias.

Até o momento, já foram realizados 42 jogos. A fase de classificação se encerra em 28 de agosto, e até lá ainda acontecem mais 31 jogos. A grande final está prevista para a 1ª quinzena de setembro, e a premiação será durante a 27ª Semana do Aposentado. 

JOGOS
Na rodada da última terça-feira (10) foram realizados três jogos, com os seguintes resultados: Pela Série “B”: Realmatismo 1 x 1 Palmeiras, com gols de Eziel para o Realmatismo e Tonhão para o Palmeiras; Seminovos 3 x 2 Flamengo. Nunes, Antônio Paulo e Talento marcaram para o Seminovos e Marcão fez os dois gols do Flamengo. Pela Série “A”, com gol de Baleado, o Iapu venceu o Arsenal por 1 x 0.  

CLASSIFICAÇÃO E ARTILHARIA
Sem computar os jogos desta sexta feira a classificação é a seguinte: Na Série “B” p Palmeiras está em 1º lugar, com 10 pontos ganhos. Em 2º estão Seminovos e Botafogo com 9. Em 3º, Santos e Foca com 8. Na Série “A”, em 1º está o Iapu, com 9 pontos. Na 2ª colocação estão Ipatinga, União e Juventus, com 7 pontos. Os principais artilheiros são: na Série “B”, Valdo, do Internacional, com 16 gols, e Hélcio, do Palmeiras com 9. Pela Série “A”, Folgado e Baleado do Iapu com 4, Helder, do Juventus, e Patola, do Chapecoense, com 3.

JUDÔ
A judoca usipense Laura Viana, de 13 anos, conquistou o título de campeã na XIV Copa Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte, disputado por 132 equipes de todo o país. Laura é da categoria sub-13, superpesado. Além de vencer todas as quatro lutas em que participou, ela conquistou o ouro aplicando o golpe Ipon Seoi Nague. A próxima empreitada de Laura será a disputa do Brasileiro Final, de 22 a 23 de setembro, em Campo Grande (MS). Desejamos toda a sorte do mundo à nossa atleta e parabenizamos a todo o departamento de Judô da Usipa, coordenado por Hevilmar Rocha.

SUBSTITUTO DE CR7
Com os cofres abarrotados de dinheiro, o Real Madri vai ao mercado para contratar o substituto de seu agora ex-artilheiro, Cristiano Ronaldo, que foi vendido para a Juventus, da Itália. Mesmo sendo o maior artilheiro da história do Real Madri (451 gols em 438 jogos), sua contratação, apesar da euforia da torcida, não é unanimidade e até gerou críticas por parte de parceiros e apoiadores da Juventus. Pelo andar da carruagem, o substituto do CR7 deve ser um jogador do nível de Neymar, tal como Mbappè, Harry Kane ou Hazard, dentre outros. Vamos aguardar.

SOBRE A COPA
Cada Copa deixa um legado para o torcedor. Recordando o que vimos em 2002, no Japão, lembramos dos jogos de madrugada e das carreatas bem cedinho. Dá para lembrar ainda que as seleções consideradas pequenas fizeram jogos competitivos, muito iguais, e quer os erros de arbitragem foram muito frequentes.

O legado de 2006, da Copa realizada na Alemanha e vencida pela Itália, teve como tema a segurança internacional. Na Copa de 2010, na África do Sul, vencida pela Espanha, a expectativa do governo era obter um aumento de 3% do PIB, o que não aconteceu. Em 2014, esperava-se que a Copa no Brasil nos legasse melhorias no índice de qualidade de vida do povo brasileiro, obtido apenas em parte.

Nesta Copa de 2018, o destaque é, sem dúvida alguma, a competitividade e a evolução técnica e tática das seleções consideradas menores. Alemanha, Argentina, Espanha, Uruguai e Brasil vergaram diante de seleções tidas como de segundo grau e saíram mais cedo, sendo que Uruguai e Brasil foram eliminadas nas oitavas e quartas de final, respectivamente.

Outro legado importante foi a aproximação dos torcedores de cada país com suas seleções. Jogadores como Harry Kane, Lukaku, Mbappè, Hazard, Modric e Griezmann fizeram história. Só nos resta agora, no domingo (15), assistir a uma grande final entre França e Croácia, que muito merecidamente se classificaram com técnica e força. No mais, ficam na memória as belas imagens da Rússia. 

Semana que vem tem mais. Nossos agradecimentos aos amigos e colegas de longa data, Geraldo Paixão, Wilder Alves e Ananias Junior, pela colaboração. Contato: caixeta.aurélio@gmail.com.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário