14/06/2018 08:00:00

Moradores reclamam de ferro-velho no Alto Timirim

Os moradores também informam que além do risco à saúde pública com a proliferação de insetos o local aberto acaba frequentado por usuários de drogas que transitam por todo o bairro



Enviada por leitor


Vizinhos de área ocupada para desmanche de carros pedem providências
O acúmulo de sucatas de veículos em uma área localizada no bairro Alto Timirim tem causado incômodos nos moradores. Eles relatam, em mensagem enviada ao Diário do Aço, que há aproximadamente três anos carcaças e peças de veículos são acumuladas no local a céu aberto. O problema maior, afirmam os moradores é o acúmulo de água parada entre as peças, o que faz aumentar o risco de propagação dos vírus da dengue, zika e chikungunya. Relatam os moradores do lugar que somente na rua 6 do Alto Timirim, em quatro residências, há casos confirmados de chinkungunya. A existência de água parada a menos de 200 metros de distância das casas faz aumentar a preocupação.

Os moradores também informam que além do risco à saúde pública com a proliferação de insetos o local aberto acaba frequentado por usuários de drogas que transitam por todo o bairro causando apreensão às famílias que temem, inclusive, assaltos. “Existe, inclusive, um número expressivo de casos de furtos e roubos durante o dia. Como medida de segurança as pessoas andam sempre acompanhadas e nunca a pé com receio de serem abordadas”, diz a mensagem enviada ao Diário do Aço.

Por iniciativa dos moradores câmeras de segurança estão sendo instaladas para inibir a ação dos frequentadores da área do ferro velho.

A lei federal 12977/2014 que regulamenta a atividade de desmontagem de veiculas obriga os responsáveis por ferro velho a licenciar a atividade perante o órgão de trânsito do seu Estado, sendo em Minas Gerais o Detran, vinculado à Polícia Civil. Esta lei foi criada com o objetivo de evitar a receptação de carros e peças roubadas. Por fim os moradores esperam por providências dos setores públicos responsáveis pela fiscalização.

Resposta
Procurada, a administração de Timóteo respondeu, por meio de nota, que o Departamento de Meio Ambiente, cujo diretor é Francisco Valverde, tem acompanhado, por meio da Fiscalização Ambiental, todo o andamento das atividades no Alto Timirim. "O empreendimento, inclusive, já foi notificado para sua regularização dentro dos prazos legais", informa a nota.

Segundo informações do Departamento de Meio Ambiente, as medidas administrativas foram tomadas em relação ao problema e o procedimento judicial já está em curso.

Já em relação à ameaça de doenças, o setor de Zoonoses informou que a área alvo da denúncia está registrada como um ponto estratégico e, como tal, recebe visitas periódicas, de 15 em 15 dias, dos agentes de combate a endemias para a realização de controle e combate ao Aedes aegypti, quando onde são aplicados inseticidas e realizadas orientações ao proprietário e ou responsável para os cuidados para reduzir os riscos de proliferação do mosquito.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

João Paulo Joias Vip

14 de Junho, 2018 | 10:36
Estranho mesmo é um ferro velho funcionando no meio de um bairro sem documento nenhum, Minha loja aqui em Timóteo não pode sequer abrir as portas sem um alvará, Timóteo ta invadido de ambulantes e comercio ilegal, aqui andar fora da lei compensa, agora pior ainda saber que existem carros sendo desmanchados dentro da cidade e sem fiscalização da policia, nosso País sofre, mas temos copa do mundo agora pra esquecer de tudo não é.

Observador

14 de Junho, 2018 | 08:34
Estranho isso ta paracendo dedo de algum interessado nisso ai hein... estamos de olho... ce....... e neguim q vendia lança perfume e lolo em festa depois virou secretario ai n prefeitura... estamos de olhoooooooo
Envie o seu Comentário