13/06/2018 13:46:00

Dicas para conseguir o 1º emprego

Após a conclusão da graduação, esse é o momento mais esperado



Divulgação


A todo tempo inúmeros graduandos se formam e enfrentam o desafio de encontrar um mercado de trabalho cada vez mais concorrido. Diante das poucas opções de emprego ofertadas é natural que os recém-formados fiquem inseguros nas entrevistas para conseguir a aprovação no tão sonhado trabalho de carteira assinada


Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego alcançou índice de 12,9% e atinge 13,4 milhões de trabalhadores, com alta de 5,7% em relação ao trimestre anterior. Na comparação com o mesmo período do ano passado, são 600 mil desempregados a menos, uma queda de 4,5%. As informações fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios- Pnad.

A cada semestre, uma nova turma de graduandos se forma e enfrenta o desafio de encontrar um mercado de trabalho cada vez mais concorrido. Diante das poucas opções de emprego ofertadas é natural que os recém-formados fiquem inseguros nas entrevistas para conseguir a aprovação no tão sonhado trabalho de carteira assinada e na sua área de graduação.

Formada em Psicologia, Rebeca Sertão demorou sete meses para conseguir o primeiro emprego. “Quando não se tem uma indicação é muito difícil, pois a maioria das empresas exige, no mínimo, seis meses de experiência”, conta. As dicas que a psicóloga Rebeca tem para os que estão na mesma situação que ela enfrentou é deixar o currículo atualizado e com muita clareza e objetividade, com todos os cursos listados. A estratégia serviu para chamar a atenção para os cursos já que não tinha experiência na área em que ela desejava atuar. E espalhou currículos, com amigos, familiares, conhecidos, site de oferta de emprego e todas as opções existentes. “Tudo isso é muito bom, só não vale ficar parado”, aconselha.

Como se preparar para o primeiro emprego

Para começar, é preciso organizar adequadamente o currículo e não esquecer de todas as informações necessárias. Se possuir um portfólio do seu trabalho, melhor ainda. Com o documento em mãos, é hora de distribuir e usar a sua agenda de Networking como fez a Rebeca. Vele também se cadastrar em sites específicos de vagas de trabalho, como a Catho Online.

Após esta fase, quando começar a chover contatos, é hora de começar a se preparar para as entrevistas. Uma dica importante: antes de ir ao encontro da vaga oferecida por aquela empresa, estude sobre a mesma, observe o comportamento das pessoas que trabalham lá. A internet e redes sociais podem ajudar bastante neste quesito. Além disso esteja sempre bem informado e atualizado. Nada de falar mal de ninguém. O conselho serve para trabalhos antigos, professores, faculdade e pessoas do seu convívio. É preciso fazer o seu marketing pessoal com dinamismo, competência e segurança.

Busque especializações

Ir além da graduação aumenta suas chances de colocação no mercado de trabalho. Participar de cursos, de uma pós-graduação é essencial para todo profissional. Mesmo que você não esteja empregado na área, faça um esforço para não parar os estudos e sempre tem um jeito.

Quem está com o orçamento apertado, por exemplo, pode contar com programa de bolsas de estudo, como o Educa Mais Brasil. Existem muitos cursos de pós-graduação nesse site com descontos de até 70% nas mensalidades. Para ter acesso ao benefício acesse http://www.educamaisbrasil.com.br/diariodoaco.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário