16/05/2018 17:25:00

Unileste sedia Encontro Regional sobre Pessoa com Deficiência

A iniciativa contará com a preleção de palestras sobre o protagonismo e os desafios da inserção de PCDs no ambiente profissional



Arquivo DA


A comissão procura meios de valorização, oportunidades e crescimento de vivência e convivência autônoma em sociedade

O Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste) sedia, em 22 de maio, um encontro para instituir o Fórum de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Colar Metropolitano do Vale do Aço. O evento, agendado entre 13h e 17h30 no Teatro João Paulo II, campus Coronel Fabriciano, tem como objetivo fomentar o debate e ações sobre os direitos e importância da inclusão de Pessoas com Deficiência (PCDs) no mercado de trabalho. Aberto ao público e gratuito, os interessados em participar podem se inscrever por meio do link: http://sistemas.unilestemg.br/cursos_capacitação.

Para a coordenadora do Núcleo de Educação Inclusiva (Nei) do Unileste, Denise Matias, apoiar o evento significa ampliar as discussões no meio acadêmico e social sobre os direitos e a igualdade de oportunidades da pessoa com deficiência. “O debate torna-se relevante por possibilitar aos estudantes do Unileste a tomada de consciência sobre a necessidade da inclusão no âmbito escolar, profissional, cultural e social, promovendo assim, o respeito à diversidade e à singularidade de cada sujeito, além de provocar reflexões teóricas sobre as condições profissionais que se encontram inseridas às pessoas com deficiência”, aponta.

A iniciativa contará com a preleção de palestras sobre o protagonismo e os desafios da inserção de PCDs no ambiente profissional, a apresentação do regimento interno e princípios para aprovação, eleição da coordenação regional e divulgação das ações. Desse modo, o Fórum abre espaço para discussão e elaboração de propostas de cidadania para além do cumprimento da Lei nacional (nº 8.213/91), que estabelece a obrigatoriedade do processo de inclusão de PCDs no quadro geral de funcionários. Dessa forma, a comissão procura meios de valorização, oportunidades e crescimento de vivência e convivência autônoma em sociedade.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário