12/05/2018 09:20:00

Jovem é preso em Ipaba por gravar vídeo íntimo com adolescente

Vídeos do casal em momentos íntimos circularam pelo WhatsApp e complicaram o rapaz que foi preso em flagrante



Reprodução


Douglas foi preso em flagrante pela distribuição do vídeo e ainda vai responder por estupro de vulnerável


A Polícia Civil de Ipaba ratificou a prisão de Douglas de Abreu, de 26 anos, por estupro de vulnerável. O jovem filmou o momento que fazia sexo com a namorada, um adolescente de 14 anos. Os vídeos circularam em aplicativos de mensagens e complicou a situação dele, pois na época das filmagens, a namorada tinha 13 anos de idade, o que é considerado estupro de vulnerável, pela lei em vigor.

A situação chegou para a Polícia Militar após denúncia de conselheiros tutelares de Ipaba, conforme apurou o Diário do Aço. Os vídeos do casal em cenas de sexo foram difundidos para várias pessoas, inclusive no exterior do país. As conselheiras acompanhavam a relação do casal desde o ano passado, pois os pais da adolescente não seriam coniventes com o namoro, que na prática foi mantido às escondidas.

Com a divulgação dos vídeos, os conselheiros foram à casa da jovem, na zona rural de Ipaba, onde foram informados que a mãe da menor de idade já sabia da existência das filmagens. A mulher contou que a filha se relaciona com Douglas desde os 12 anos de idade e que toda a família é contra o namoro.

Mesmo sabendo da idade da adolescente, o rapaz se manteve irredutível e continuou assediando a menor, inclusive ela chegou a sair de casa para morar com o jovem. Após idas e vindas entre os dois, a garota já teria sido vítima de agressões do acusado.

Adolescente encontrada em Ipaba

A adolescente não se encontrava em casa, segundo a mãe dela, pois estava morando com Douglas, no bairro São José, em Ipaba. Os policiais e os conselheiros foram até a residência dele, onde encontrou o casal. Ele confirmou que os dois moravam juntos havia mais de um ano.

Sobre os vídeos, Douglas contou que realmente os fez, há oito meses, e eles estavam em um pendrive que ele acabou perdendo quarta-feira (9). Depois disso, Douglas gravou vídeos em pede a quem encontrou o objeto, para não fossem divulgadas as imagens íntimas. O jovem disse não ter ideia de quem espalhou os vídeos. Contudo, a mãe da jovem não acredita nisso, ela suspeita que ele tenha divulgado os vídeos em forma de retaliação após uma tentativa da jovem romper o relacionamento.

Como as filmagens foram feitas quando a jovem ainda tinha 13 anos (ela completou 14 anos em março passado), Douglas foi enquadrado no crime de estupro de vulnerável. Pela lei, mesmo que a adolescente menor de 14 anos quisesse manter relação sexual com uma pessoa, isso seria considerado estupro.

Além do estupro de vulnerável, há ainda a prática de crime de divulgar filmagens de cenas de sexo explícito envolvendo uma menor de idade. Douglas foi preso e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil, em Ipaba, onde foi autuado em flagrante pelo delegado Thiago Alves Henriques e recolhido à Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho. O celular dele também foi recolhido para ser periciado.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Julioipaba

17 de Maio, 2018 | 16:11
parabens a policia pelo brilhante trabalho,pena que sabemos existir impunidade e que a justiça brasileira e um lixo e filho da puta desse vai ficar impune,mesmo sabendo que essa menina tbm nao e flor que se xeire...mas nao justifica o crime que esse vagabundo praticou..cadeia nele,mas sera que ela nao vai procurar outro vagabundo p dormir com ele!! vai saber.

Tijolinho

16 de Maio, 2018 | 22:32
Cade o video?

Órgão Judicial......

14 de Maio, 2018 | 21:28
Pela constituição penal sim mas ela já envolvia com ele já vai puxar a procedência dessa menor

Acho Até Graça

14 de Maio, 2018 | 10:16
Vazar imagens ou vídeos pornográficos pela internet é crime, mais agora estupro??, Ahh me polpe sociedade, ta certo que pela lei é Considerado Estupro de Vulnerável, mais por mim não é considerado estupro coisa nenhuma, ela sabia bem oque estava fazendo, ninguém é tão bobo assim, me ajudem ai

Milla

14 de Maio, 2018 | 09:42
Numca vim esses meninas de hoje em dia sabe mas coisa do que os proprios adultos nao acho que meninas de desaa idade seja inocente

Eu

13 de Maio, 2018 | 21:55
Nossa com coisa que uma menina de 14 anos que já vem fazendo isso a 1 ano e inocente.... Onde ela fazia isso porq queria. Deixava filmar e mantinha relações com ele por livre expontanea vontade, nem um momento li na reportagem a palavra "estupro" apenas q ele filmava a relação dos 2 ,. Hoje essas meninas de 13 14 ..... Por aí tão e tudo virada mesmo isso não me asusta mais ,

Juliano Félix Barbosa

13 de Maio, 2018 | 16:02
Agora ele que vai ser estuprado! Safado tanta mulher no mundo, vai mexer com criança.

Jose

12 de Maio, 2018 | 22:30
Aonde a inversao de valores ja chegaram .....

Andre

12 de Maio, 2018 | 14:06
vai xia pro seguro rapido

Assustado

12 de Maio, 2018 | 11:13
Idiota,não se conteve com tirar a inocência da moça,tinha que filmar esse ato ,acaso tivesse ficado apenas entre os dois,estaria de boa,mas o povo está cada vez mais sem noção das coisas.Misericórdia,bendito Deus,perdoa-nos,purifica o nosso coração.

Thaissa

12 de Maio, 2018 | 11:02
Que sacanagem em fazer isso com a jovem pobre da menina só tem 14 anos e esse rapaz faz isso falta de vergonha na cara e falta de serviço eu em
Envie o seu Comentário