01/05/2018 17:45:00

Acusado de matar Beto Pina é preso e confessa o crime

Emerson Dias da Silva alega que foi agredido, perdeu a cabeça e matou o seu cunhado




Beto Pina foi atraído à rua para ser assassinado

Acusado de ser o autor dos tiros que mataram o comerciante José Roberto Araujo Pina, de 54 anos, Emerson Dias da Silva, de 43 anos, foi preso no fim da manhã dessa terça-feira (1), no bairro Alvorada, em Timóteo, escondido em uma residência. A arma do crime não foi encontrada.

Cercado por seu advogado, no quartel da PM, no bairro Primavera, Emerson não pode gravar entrevista. Entretanto, a Reportagem do Diário do Aço ouviu de Emerson que foi ele mesmo o autor dos tiros que levaram Beto Pina à morte.

Sobre a motivação disse apenas que foi agredido pelo cunhado, “perdeu a cabeça” em um momento de raiva, armou-se com um revólver e “fez aquilo”.

O homicídio foi registrado no começo da noite de segunda-feira (30), na rua padre Questor, bairro Timirim, em Timóteo.

Emerson Dias, preso no bairro Alvorada, confessou o crime

Uma testemunha relata que Beto estava no interior da casa de um familiar e foi chamado à rua por um terceiro indivíduo. Enquanto conversava, apareceu Emerson por trás e efetuou os primeiros tiros. Mesmo depois de caído testemunhas alegam que mais tiros foram feitos por Emerson. Mais de uma pessoa presenciou o assassinato.

Depois do crime o autor fugiu no VW Gol placas HAX-9069. A vítima e o cunhado tinham discutido horas antes. O desentendimento não foi resolvido e terminou homicídio, conforme informou ao Diário do Aço a Polícia Militar.
Beto Pina era muito conhecido em Timóteo e sua morte violenta deixou várias pessoas perplexas.

O velório na capela do Cemitério Jardim da Saudade reuniu centenas de pessoas, até o sepultamento no fim da tarde desta terça-feira. Beto atuava como vendedor de carros usados. Depois de trabalhar muitos anos em uma revenda, atualmente mantinha um ponto comercial ao lado do Posto Tito, entre o Olaria e Primavera, informou um conhecido da vítima ao DA.

Esse foi o segundo homicídio de segunda-feira, no Vale do Aço:
Homicídio na véspera do feriado do Trabalho


José Roberto Araujo Pina, o Beto Pina, de 54 anos



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Rogério

03 de Maio, 2018 | 22:58
Não entendo conheci e convivi com Beto.As vezes que encontrávamos sempre era um cara brincalhão e sorridente.Sempre me respeitou e eu o respeitava.Nunca dirigiu palavras de ofensas nem a mim nem a minha família nem usou artes marciais.Meus sentimentos aos amigos e familiares.

Diego Silva

03 de Maio, 2018 | 21:57
Hoje vi umas fotos do verme com a cara toda esfolada, pelas pancadas que levou do Beto. kkkkkk. Confesso que me deu certo alivio, em saber que ele apanhou igual um cachorro sem dono. E que apanhe mais na cadeia.

Diego Silva

03 de Maio, 2018 | 17:56
Pelo visto, o Beto Pina colocava medo em muito marmanjo de Timóteo. A quantidade de infeliz que ficou satisfeito com o assassinato covarde, que o verme cometeu com ele. Ou é medo ou inveja mesmo. Turma de frouxos.

Pimenta e Refresco

02 de Maio, 2018 | 22:18
Para o senhor Guilherme, meus sentimentos. Mas defender o seu tio como pai de família e homem tao honesto deixa uma duvida no ar pois o cara nao respeita o direito dos outros usando som alto, cara valentão metido a bater nos outros uma hora a casa cai e o cara perde.

Roberto

02 de Maio, 2018 | 11:25
Então são 2 valentões. O limite de cada um tem q ser respeitado, qd ñ é acontece isso , hj tem q ser humilde e ter respeito por isso tem muitos valentões debaixo da terra e esse é só mais UM , talvez o assassino seria a vitima devido o q ja vem acontecendo segundo a fala de alguns de vcs . e agora quem vai sofrer é a família. Violência gera violência. Ñ existe homem mais q o outro, ninguém tem peito de aço. Respeitem pra ser respeitado. Sentimentos a família 🙏

Pedro Sousa

02 de Maio, 2018 | 09:55
Entendo a dor dos familiares, é um assassinato terrível, por motivo idiota, é pior ainda para a família da pessoa que foi morta. Mas vamos ser honestos e verdadeiros. Quem é mais antigo em Timóteo, principalmente do bairro Olaria, sabe muito bem da fama do Beto,não estou falando de desonestidade e sim de "gostar" de uma confusão, principalmente pelo Beto ter praticado artes marciais por muito tempo. Isso é fato, ninguém apaga, Beto não trocava de roupa para se envolver numa confusão. LEMBRANDO NADA JUSTIÇA TIRAR A VIDA. Quanto ao fato, é nítido que eles tinham uma "treta" , todos sabiam, por motivos bobos, "picuinha" , então isso já não vem de hoje. Beto chega em casa, depois de uma cavalgada, liga o som alto.O Assassino, chega pede para abaixar, alegando que iria trabalhar no dia seguinte cedo, como não é atendido de prontidão, o Assassino, quebra a porta da casa do Beto. Beto entra e vai dormir. No dia seguinte Beto, vai conversar com o Assassino querendo que o mesmo pague pela porta, o Assassino não gosta de como foi abordado pelo Beto e começam a brigar. Beto por saber artes marciais, machucada demais o Assassino (Fizeram até B.O). O Assassino, fala que não iria ficar assim. Então isso foi premeditado pelo Assassino, foi pensado.Que a justiça seja feita... Meus sentimentos aos familiares.

Adriano Verissimo

02 de Maio, 2018 | 09:42
quem e vc seu guilhereme pra chamar uma pessoa de verme vc estava na hora que aconteceu a agressao agora todo mundo chama este beto pina de bom homem era um covarde tb metido a agredir as pessoas e ficarem por isto mesmo agora ele achou um cara com sangue nos olhos e mandou ele pra onde ele foi n sou a favor da violencia de forma alguma mais nem todo mundo tem sangue de barata ser agredido e ficar por isto mesmo e nem todo tem a capacidade de virar a outra face apos ser agredido entao meu jovem se vc agride alguem tem q aguentar as conseguencias que virao pela frente

Diego Silva

02 de Maio, 2018 | 09:15
Oi Guilherme, sinto a mesma indignação que você! Não acompanhei toda essa covardia que esse noiado fez com seu tio. Mas conhecia e gostava MUITO do Beto. Cara bom, trabalhar, prestativo, honesto e justo com as coisas e com todos. Realmente uma grande perda pra família e para quem o tinha como amigo/irmão. Quanto a esse verme covarde, quero que ele receba o que tiver de pior nesse mundo. Que Deus possa confortar a toda sua família.

Guilherme

02 de Maio, 2018 | 01:28
Muitos fatos interessantes sobre o ocorrido. Primeiramente, segundo a reportagem, Emerson, vulgo O Assassino, alega que foi agredido, perdeu a cabeça e matou seu cunhado. Que tipo de verme nojento mata outro ser humano? Ainda mais um que tanto carinho tinha por ele, pela família dele, e que inclusive sempre recebia a filha do assassino em casa, tratando-a como própria filha. Outro fato curioso que NÃO FOI CITADO NA REPORTAGEM mas que ocorreu foi a oportunidade que os policiais concederam ao assassino de ir em casa se despedir da família antes de ser preso. Agora pergunto: que oportunidade teve o meu tio Beto de se despedir de cada um de seus 7 filhos, 8 irmãos e dezenas de sobrinhos que tanto sofrem a perda dele? Pelo contrário, foi morto por ato de covardia, pelas costas, desprecavido e na frente de seus familiares. Eu estava presente durante o assassinato, assisti sem acreditar o Assassino dar um tiro pelas costas do meu tio e depois se aproximar dele e descarregar o cartucho da arma em todo seu corpo em um ato de crueldade sem fim, estando a arma uma distância dele de poucos centímetros da vítima. Mesmo com a filha caçula do meu tio presente, em meio aos gritos de minha tia e primos que também assistiram ao ocorrido a tempo real, tivemos de socorrer ao meu tio, totalmente ensanguentado, com buracos de bala pela cabeça, regurgitando sangue e tentando em vão se comunicar conosco. Tivemos também de ter sangue frio para manter a calma, ligar em vão dezenas de vezes para os bombeiros e policiais (cujas chamadas discavam até cair a ligação), tentar consolar meu tio e, por fim, colocá-lo em uma caçamba de caminhonete para levá-lo às pressas ao hospital. Ainda, ao receber a notícia de morte, tivemos de ligar para cada filho e irmão, que não sonhavam se quer com o ocorrido, e anunciar repentinamente a morte tragica de meu tio. Não obstante, tivemos de aguardar por muitas horas o trabalho da perícia (que durou dez minutos) e em seguida limpar o sangue que cobria toda a calçada já a noite, em uma rua sem iluminação, fato que fez com que a filha, amigos, irmãos e sobrinhos chegasse à casa e tivessem de assistir à carnificina da cena. Depois, tive de acompanhar os filhos de meu tio receberem a notícia em um ambiente de medo e falta de amparo. E sabem o motivo de tudo isso ter acontecido? A cobrança de uma porta que foi quebrada ao ser chutada pelo assassino, ficando este ofendido pela cobrança, desencadeando uma briga e seguindo com o assassinato. Agora dizer que ficou de cabeça quente e matou meu tio? Por uma porta? Isso é coisa de psicopata sem Deus cujo ato foi mais do que premeditado. Independente de qualquer declaração e vitimização do assassino, o único pai de família, honrado, trabalhador e honesto da história já não existe mais, e deixou saudade, revolta e 5 bocas a serem alimentadas, educadas, amadas.

Diego Silva

01 de Maio, 2018 | 20:50
Noiado!

Antonio

01 de Maio, 2018 | 20:27
Covarde! Merecia ter apanhado mais do Beto. Mas ainda terá o que merece!

Diego Silva

01 de Maio, 2018 | 20:24
Que esse verme, covarde, traiçoeiro, fique na cadeia por um bom tempo! Sujeito que arma tocaia, e mata tão covardemente, não pode ser chamado de homem.
Envie o seu Comentário