15/04/2018 10:25:00

Os benefícios da argila verde para processos de cicatrização da pele

Tratamento com argila verde ajuda a amenizar a aparência de diversos tipos de cicatrizes



Reprodução


Para diminuir a visibilidade de cicatrizes na pele são necessários alguns cuidados

Vários fatores causam cicatrizes na pele. Muitas vezes, elas são formadas após traumas, cortes, queimaduras e até mesmo cirurgias. Em alguns casos, cuidar delas pode ser muito difícil, pois, geralmente, não é possível eliminar totalmente uma cicatriz do corpo. No entanto, já existem formas de amenizar o aspecto das cicatrizes, tornando-as praticamente imperceptíveis.

Existem dois tipos de cicatriz: a cicatriz hipertrófica e a queloide, sendo esta segunda a mais difícil de ser tratada, pois o ambiente da cicatriz é extravasado e não cede o limite do corte. Cicatrizes desse tipo normalmente são causadas após ferimentos graves ou cirurgias e tem mais tendência de acontecer em pessoas de fototipo 4 e 5 e asiáticos.

Cuidados com a cicatriz

Segundo a Dra. Michelle Cordeiro Sanz, Fisioterapeuta e Pós-graduada em Dermatofuncional, para diminuir a visibilidade de cicatrizes na pele são necessários alguns cuidados. “Logo após o trauma, é indicado que se faça uma compressão no local, com cintas compressivas. Também é aconselhada uma alimentação anti-inflamatória e rica em alimentos que auxiliam na cicatrização, com bastante minerais”, aponta.

Além disso, a especialista indica o uso da argila verde no tratamento. Patrocinada pela Bothanica Mineral®, a argila verde contém inúmeros minerais que auxiliam na cicatrização e na formação do colágeno. Ela pode ser usada como cataplasmas, ou seja, camadas grossas de argila ao redor da lesão e nunca dentro da ferida.
A Dra. Michelle Cordeiro Sanz lembra que a argila verde somente pode ser usada após o fechamento completo da cicatriz e ainda destaca que a argila, de modo geral, tem propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes, o que auxilia os pacientes diabéticos. “Além disso, a argila também ajuda muito no processo de desintoxicação do organismo”, complementa.

Modo de usar

A argila, geralmente é vendida em forma de pó, e pode ser misturada à água mineral, água de coco e chás, dependendo do estímulo que se deseja dar a pele. Se a intenção é um estímulo mais calmante, por exemplo, é recomendável misturar a argila a um chá de camomila.

Após ser aplicada na pele, a argila deve ser ocluída com uma toalha molhada, gaze ou plástico filme, pois ela não pode secar em contato com a pele. “Quando ela seca, deixa de exercer suas propriedades. Quando ocluída, ela deve ser deixada por um tempo de, aproximadamente 30 minutos”, explica a Dra. Michelle Sanz.

Sabonetes de argila
A Bothanica Mineral® também possui uma linha de sabonetes de argila com diferentes propriedades, que podem ser identificadas pela cor: argila preta, argila vermelha e argila branca. Todos os sabonetes auxiliam na esfoliação e remineralização da pele e têm alta concentração de silício e alumínio, o que os faz anti-inflamatórios e desintoxicantes. Não há contraindicação para o uso da argiloterapia, nem para o uso desses sabonetes.

A Fisioterapeuta Dermatofuncional Dra. Andressa Moraes, que utiliza com frequência os sabonetes de argila da Bothanica Mineral® no dia a dia de sua clínica, Espaço Andressa Moraes, destaca que o sabonete de argila também traz muitos benefícios para seus pacientes. “A argila ajuda a estimular a produção de colágeno e elasticidade da pele, além de ativar a circulação e oxigenação”, afirma.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Reação dos Leitores





Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário