10/04/2018 16:47:00

Homem bate em mulher e atira na filha, em Valadares

A menina permanece internada no hospital. Ela passou por cirurgia e seu estado de saúde é estável



Divulgação


A criança passou por cirurgia e permanece internada em estado estável
Uma criança de apenas 6 anos foi baleada pelo próprio pai, nesta segunda-feira (9), em Governador Valadares, no Rio Doce. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito de 50 anos estava discutindo com a mulher quando pegou a arma e disparou acidentalmente na filha. A bala atravessou o quadril da menina.

A mãe chamou vizinhos para ajudar a socorrer a filha para o Hospital Municipal de Governador Valadares. A princípio a mulher mentiu para a Polícia Militar, dizendo que homens passaram correndo pela rua e atiraram contra a residência acertando a criança. No entanto a menina deu outra versão aos policiais e contou que foi o próprio pai quem atirou nela.

Os pais brigaram porque uma irmã da vítima estava reclamando que estava com fome. O homem se irritou começou a discutir com a mãe, bateu nela e tentou enforcá-la. A menina de 6 anos começou a chorar e tentar separar a briga. O suspeito pegou uma arma de fogo e acabou disparando e atingindo a criança. Segundo a polícia, além da vítima, outras testemunhas deram a mesma versão para o ocorrido. A polícia trabalha com a hipótese que o tiro tenha sido acidental.

Depois do disparo o pai fugiu. No entanto, horas depois ele voltou para a casa e a polícia, por meio de denúncia anônima, conseguiu prendê-lo. Segundo a polícia, o homem estava muito exaltado e chegou a contar a mesma versão da mulher, dizendo que homens passaram atirando na casa.

A menina permanece internada no hospital. Ela passou por cirurgia e seu estado de saúde é estável. O homem foi preso e a Polícia Civil vai investigar o caso. A arma do crime ainda não foi encontrada.

(Com informações: O Tempo)


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário